Ninkasi, a Deusa da Cerveja

Ninkasi é a antiga deusa sumeriana da cerveja, que transformou uma mistura de água e cevada em um líquido dourado, conhecido hoje como cerveja.

Era uma deusa muito popular que fornecia cerveja aos deuses. Ela era considerada a própria personificação da cerveja.

Receba as postagens do Ninkasi Beer Club no seu e-mail!

sexta-feira, 29 de junho de 2018

"Seletiva Brasil Mondial Du Pain" - maior campeonato brasileiro de panificação organizado pela Puratos

Competição vai reunir 12 padeiros que vão disputar o título e uma vaga no Mundial de Panificação de 2019

A Puratos, fabricante Belga de produtos para panificação, confeitaria e chocolates, organiza pela primeira vez a "Seletiva Brasil Mondial Du Pain" - maior campeonato brasileiro de panificação, na Arena do Pão, durante a FIPAN. O torneio vai eleger o melhor padeiro do país, que representará o Brasil no Mondial Du Pain, que acontece na França, em outubro de 2019. O campeonato será dividido em duas etapas, treinamento e o momento da competição.

O embaixador de fermentação natural da empresa no país, Johannes Roos, será o responsável por treinar os competidores selecionados, explicar as regras e como as apresentações devem ser feitas. O Padeiro é técnico da Seleção Brasileira de Panificação e um dos representantes da Ambassadors Du Pain, que organiza o mundial.

A competição envolverá 12 padeiros que apresentarão 8 tipos de pães do mundo (baguettes, pães típicos e o pão nutricional), viennoiserie (folhados), peça artística, sanduíche feito com o pão nutricional, o pão biológico e brioches com tranças diferentes. Todos os participantes terão 8 horas de um mesmo dia para a finalização de cada uma das criações.

Os pães serão analisados por um júri composto por renomados profissionais da área de panificação, que devem avaliar a diversificação de receitas, apresentação, sabor e regularidade no formato dos pães.

Além de revelar novos talentos e ser uma plataforma de relacionamento para comunidade do pão, a ideia do torneio é proporcionar a excelência da fermentação natural desde o momento do preparo até a mesa e também trazer protagonismo aos Padeiros.

"O perfil do consumidor mudou e atualmente as pessoas procuram mais produtos artesanais, com qualidade e mais sabor. Porém, o mercado ainda precisa de mão de obra qualificada. O campeonato é uma oportunidade de Padeiros trocarem experiências, aprenderem novas técnicas e se preparem para atender essa nova demanda. Por isso, acreditamos no poder transformador do torneio para panificação nacional", destacou o diretor de marketing da Puratos, João Ribeiro. Ele ainda complementa, que o campeonato é uma forma de dar destaque a profissão dos padeiros.

Sobre a Puratos

A Puratos é um grupo global com vasta experiência e gama completa de produtos inovadores nos setores de panificação, confeitaria e chocolate. Cria novas oportunidades a partir de tecnologia de ponta e do conhecimento e experiência das culturas alimentares de cada lugar do mundo, oferecendo produtos saborosos e nutritivos. Seus produtos e serviços estão disponíveis em mais de 100 países em todo o mundo e, em muitos casos, com produção local. A Puratos tem subsidiárias locais em 63 países e suas operações são gerenciadas a partir da sede em Groot-Bijgaarden, perto de Bruxelas, na Bélgica.

Fonte: Marqueterie

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Nem só de quentão se esquenta a festa junina: Beer.com.br harmoniza cervejas artesanais com comidas típicas da festa


As festas juninas são tradicionalmente marcadas pelos comes e bebes e agradam tanto o público que recentemente começaram a ocupar também o mês de julho. Como são realizadas num mês mais frio, as barracas de quentão e vinho quente não podem faltar, mas o que muita gente não sabe é que cerveja também pode ser uma parceira muito interessante quando se pensa na gastronomia junina.

A Beer.com.br, maior clube de assinaturas de cerveja do país, sugeriu uma harmonização de rótulos artesanais e comidas tradicionalmente juninas. A dica é consumir cervejas mais encorpadas e com teor alcoólico mais elevado, como Bocks e Doppelbocks, Scotch Ales, Barley Wines, Porters, Imperial IPAs. Além da sensação de aquecimento provocada pelo álcool, elas proporcionarão sabores intensos e muito prazerosos numa degustação.

3Cariocas Cariocaholic e pastel de queijo: As notas de dulçor agem por semelhança, além do amargor fino e persistente contrastar com a gordura da fritura.

Baden Baden Bock e bolo de pinhão: As notas de tosta equilibram o dulçor do bolo, além do amendoado lembrando castanhas escuras, complementarem o pinhão, tornando o conjunto mais interessante.

Weihenstephaner Kristall Weiss Weizenbock e cachorro quente: A carbonatação pronunciada da cerveja controla a gordura da carne de porco, além das notas de dulçor do malte serem comuns às do pão. Além de ser uma harmonização cultural.

Suburbana Cerol Bala IPA e mini pizza de calabresa: As notas de dulçor se assemelham, as notas cítricas e herbais do lúpulo complementam o tempero, além do amargor contrastar com o umami e gordura da carne de porco, limpando o paladar.

Chimay Tripel e bolo de milho verde: As notas de dulçor se aproximam e complementam, além do álcool e doce pronunciados, agirem como opostos, controlando o conjunto na boca.

Overhop Wee 80 Wee Heavy e canjica: O dulçor pronunciado e importante do doce age como oposto ao álcool da cerveja.

Fonte: Index Assessoria

25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo: Cozinhando com Palavras destaca temas da gastronomia social, patrimonial e tendências atuais em edição amadurecida

Chefs estrelados como o colombiano Juan Manuel Barrientos, do El Cielo - que vem pela primeira vez ao evento - promovem debates, aulas e degustações

Já consagrado, o Cozinhando com Palavras tem seu espaço reservado no universo literário. Nesta edição, toca em questões culturais como patrimônio, problemáticas sociais e de sustentabilidade e ganha, mais uma vez, destaque na Bienal Internacional do Livro de São Paulo. O evento, que acontece entre os dias 3 e 12 de agosto, é realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL).

Com a proposta de unir culinária, literatura e cultura, o Cozinhando chega à sua 5ª edição com uma programação rica, que reúne chefs e escritores brasileiros e internacionais atuantes em todos os importantes olhares que a gastronomia nos traz atualmente. De estrelados comandantes de cozinha renomadas às personalidades da TV, todos estão representados nesse caldeirão. Entre os nomes que realizam debates, degustações ou aulas-show, estão: Morena Leite, Gabriela Kapim, Thiago Castanho, Tereza Paim, Carolina Ferraz, Helena Rizzo, Ivan Achcar, Breno Lerner, Janaina Rueda, Olivier Anquier, Rodrigo Oliveira e até o apresentador Zeca Camargo.

Um dos grandes destaques deste ano é o chef colombiano Juan Manuel Barrientos, um dos mais importantes nomes da cozinha da América Latina, com o destacado El Cielo com sedes em Medellin, Bogotá e Miami. Juan faz um trabalho inclusivo de capacitação de soldados feridos e guerrilheiros refugiados. Pela primeira vez no evento, ele prepara uma aula show, dia 4 de agosto, às 19h, na mesa A Cozinha da Paz.

"A gastronomia já está consolidada no cardápio do mundo editorial e este espaço vem celebrar e promover essa deliciosa harmonização. Queremos trazer discussões contemporâneas que se interrelacionam. E a gastronomia é a mesa ideal para essas conversas", diz André Boccato, curador do espaço.

Para a jornalista Guta Chaves, coordenadora executiva do espaço, nesta edição, o Cozinhando com Palavras se alinha com muitas das questões sociais, econômicas e culturais latentes, sem perder a leveza que sempre foi uma de suas características.

Um conselho consultivo formado por profissionais da área gastronômica e cultural também foi criado, pela primeira vez, para trazer aos visitantes um espaço amadurecido com diferentes visões e olhares complementares. Fazem parte deste grupo, além do curador e da coordenação, a curadoria da CBL e os especialistas Breno Lerner, Enio Miranda, Fernanda Menegetti e Daniela Narciso.

Programação diversificada e atenta aos novos tempos

A gastronomia como patrimônio cultural e suas peculiaridades geográficas, por exemplo, estão representadas nas conversas com Thiago Castanho (Cozinha de Origem, 7/08, às 14h), Tereza Paim (O que é que a Bahia tem?, 7/8, às 19h), Morena Leite (Morena Leite e suas receitas brasileiras, 10/08, 10h) e Enio Miranda e Sylvio Rocha, da Academia Brasileira de Gastronomia (Indicação Geográfica no Brasil e a importância do paladar para a alimentação, 5/08, às 10h). Há ainda mesas sobre cidades criativas (uma inciativa da UNESCO) e o patrimônio gastronômico paulistano, que mostram como as cidades brasileiras se constroem, se firmam e se renovam por meio de sua alimentação.

Turismo e culinária também fazem parte da programação, com um bate-papo com o apresentador Zeca Camargo, que relata suas experencias gastronômicas em suas viagens (Sabores e Sensações, 8/8, às 14h). Esta edição da Bienal do Livro traz um país convidado de honra, que trará uma robusta delegação para conhecer o nosso mercado literário: Sharjah, nos Emirados Árabes. Por isso, o espaço não poderia deixar de contemplar um importante debate sobre a gastronomia local, com o especialista Breno Lerner e chefs convidados dos Emirados (Comendo nos Emirados, 6/08, às 19h).

Alimentação saudável e sustentável, além da preocupação com o desperdício de alimentos completam a grade do espaço. Quem acompanha a TV, a mesa Socorro, meu filho come mal (11/08, às 17h), com Gabriela Kapim, terá a oportunidade de ouvir mais sobre dicas para que toda a família se alimente melhor. Ainda, como em anos anteriores, ao longo das sessões, apresentações musicais relacionadas à comida serão realizadas, entre elas, uma sessão com o grupo musical Samba na Cozinha, dia 4/08, às 17hs.

Acompanhe a programação complete pelo site pelo www.bienaldolivrosp.com.br

Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Com a proposta de trazer uma comunicação integrada, que converse com os grandes temas da atualidade, a Bienal do Livro de SP também aposta numa campanha inovadora cujo mote é: "Venha Fazer esse Download de Conhecimento", que tem como proposta destacar o protagonismo do livro em meio à nova percepção dos brasileiros diante do turbilhão de estímulos e canais de acesso a conteúdos que a tecnologia hoje propicia. A ideia é mostrar que, apesar dessas mudanças culturais no País, o livro, em seus diversos formatos, é o agente essencial do processo de conexão entre o conhecimento e o universo digital no qual vivemos.

Em breve, mais informações sobre a programação pelo www.bienaldolivrosp.com.br ou por nossas redes sociais.

Serviço
25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
03 a 12 de agosto de 2018
Pavilhão de Exposições do Anhembi 
Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana / 02012-021 São Paulo – SP

Fonte: Ogilvy Brasil | São Paulo

'A Francesa' é eleito o bolo do mês de junho na Sodiê Doces Rio de Janeiro

Todas as unidades da rede têm o produto com preço especial

A Sodiê Doces, maior franquia de bolos do País, dará desconto especial no bolo A Francesa. O sabor que foi eleito o bolo do mês é produzido com massa de pão de ló de chocolate, recheio de brigadeiro e cocada, cobertura de mousse de chocolate, raspas e caldas de chocolate e cerejas. O bolo é o de número #1 do cardápio.

Para aproveitar a promoção, válida de 1 a 31 de julho em toda a rede de franquias da Sodiê Doces, basta se dirigir à loja mais próxima e pedir o "bolo do mês".

Confira os endereços das lojas no site http://sodiedoces.com.br/

Os preços podem sofrer variação de acordo com a região onde a loja está situada

Sobre a Sodiê Doces

A Sodiê Doces possui atualmente 300 lojas abertas e está presente em 12 estados do País, mais Distrito Federal: São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo, Goiás, Rio Grande do Norte e Ceará. Compostos por um mix de mais de 90 variedades de sabores, os bolos são elaborados à base de pão de ló, matéria-prima de primeiríssima qualidade e frutas frescas. Capazes de conquistar todos os paladares, eles ainda têm um preço muito acessível. A Sodiê trabalha também com a linha Zero Açúcar.

Em abril de 2017, a marca inaugurou a fábrica de salgados com sede em Boituva. O espaço tem 1,3 mil m2 e capacidade de produzir cerca de 50 mil salgados por dia. Os salgados podem ser encontrados em todas unidades da Sodiê Doces.


Fonte: Máxima Assessoria de Imprensa

Saiba como fugir do básico e apostar em harmonizações de vinhos com comidas típicas juninas

Principal dica é não ter medo de combinar uma saborosa taça com diversas opções de quitutes, afinal, o importante é aproveitar sem frescura

Você por acaso já viu festa junina sem vinho? Aposto que não. De origem rural, nascida há muitos séculos, na Europa, a festa junina chegou para celebrar e agradecer a fartura da colheita. E o vinho é considerado a bebida chave das festividades. Além de ser propício em dias mais frios, normalmente durante o período junino, conhecido pelas temperaturas mais baixas, o vinho participa de receitas tradicionais da comemoração. Mas como podemos fugir do clássico e ousar em novas harmonizações?

Um dos drinks mais populares das festas juninas é o vinho quente. Já testou experimentar essa versão com vinho branco? De acordo com Stephani Vaz, sommelière da Evino, um dos maiores e-commerces de vinho do país, uma sugestão para os pratos mais doces é um vinho quente especial feito com vinho branco, ao invés de tinto, repleto de especiarias, como cravo, canela, anis e gengibre. "O toque especiado traz uma sensação de doçura interessante que irá acompanhar todos os docinhos e sabores juninos", explica.

Já para saborear com a clássica pipoca, invista em vinhos rosés ou brancos, como um Chardonnay mais encorpado com breve passagem em carvalho. O vinho branco barricado ganha características amanteigadas e que vão casar muito bem. "A pipoca é salgada. Então a dica é evitar vinhos com um teor alcoólico muito alto, pois o álcool acentua ainda mais o sabor do sal".

E para quem prefere não sair do básico a melhor opção para acompanhar o frio das festas de junho são os vinhos tintos. Um coringa, que irá harmonizar muito bem com as mais diversas guloseimas servidas nas festas, vai desde um Tempranillo, sem passagem por barris de carvalho, até um Merlot do novo mundo, ou seja, opções de vinhos macios, frutados e fáceis de agradar.

"Vale frisar que a principal dica para o período é não ter medo de combinar uma saborosa taça com as mais diversas opções de comidinhas. Afinal, o importante é aproveitar sem frescura e sem medo de errar", pontua Stephani.

Sobre a Evino:

Um dos maiores e-commerces e aplicativos de vinho do país e maior importadora de vinhos franceses e italianos, a Evino nasceu para oferecer oportunidades únicas, com a melhor seleção de vinhos, ao melhor preço, através da melhor experiência de compra, sempre quebrando barreiras e criando conexão entre pessoas por meio do vinho.


Fonte: Index - Estratégias de Comunicação

Pesquisa da Booking.com indica que 7 em cada 10 brasileiros escolhem o destino de viagem pela gastronomia do lugar


Você consegue sentir o gosto da sua última viagem? É bem possível que sim. Se há um casamento perfeito é o da gastronomia com o turismo: impossível viajar sem querer conhecer os sabores locais. A comida se tornou tão importante que chega a determinar o destino das próximas férias de um viajante. Pensando nisso, a Booking.com, líder mundial em conectar os viajantes com opções incríveis de lugares para ficar, analisou as avaliações, fotografias e dados de mais de 50.000 viajantes globais e viu que mais de 7 em cada 10 brasileiros (71%) escolhem um destino pelas ótimas comidas e bebidas.

Os demais países da América Latina apresentaram número semelhantes: México, no topo da lista mundial com 84%, e Colômbia em segundo lugar com 82%. A exceção entre os latino-americanos é Argentina, onde apenas metade (49%) afirma escolher um destino baseado nas opções gastronômicas. Porém, o número mais baixo é dos suecos: somente 3 em cada 10 (35%) se enquadram neste quesito.

Turismo gastronômico

Não podemos negar a importância da viagem gastronômica, já que 40% dos viajantes brasileiros planejam realizar uma viagem dedicada ao turismo culinário em algum momento de 2018, um número maior que a média global, que é de 34%. Quando comparado aos países latino-americanos, o Brasil também demonstra mais vontade de aliar gastronomia e turismo e fica à frente de México (33%), Colômbia (32%) e Argentina (13%).

E vale dizer que o apetite está aumentando cada vez mais. Quase metade (45%) dos viajantes brasileiros quer se aventurar ainda mais com o tipo de culinária que experimentam durante a viagem. Uma forma de alcançar esse objetivo é degustar as iguarias locais durante as viagens. Na verdade, quase dois terços (68%) dos brasileiros pretendem experimentar mais comidas típicas em 2018.

Comer iguarias locais é também um desejo de mexicanos e argentinos, com 73% e 60%, respectivamente. Já os que mais se encantam pelas comidas típicas são os chineses, com 83% planejando experimentar coisas locais durante uma viagem, e na outra ponta, com 45%, estão os holandeses.

A Booking.com revela os principais destinos do mundo para degustar a gastronomia local, conforme indicado nas milhões de avaliações de hóspedes da Booking.com. E a chef brasileira Helena Rizzo, do estrelado restaurante Maní, em São Paulo, dá dicas de como achar os melhores tesouros gastronômicos brasileiros, incentivando a cozinha local e as viagens domésticas.

Multiplicação dos queijos: Os queijos artesanais estão na moda e já é possível encontrá-los em diversas partes no Brasil. "Há vários lugares que vendem Canastras, Serros e Araxás. Mas nada se compara ao prazer de prová-los in loco, comprado da mão do produtor ou nos mercados municipais de Minas Gerais", afirma a chef Helena Rizzo.

Dicas:
- Quando em Minas Gerais, agende uma visita a um ou dois produtores da região escolhida para conhecer. É lindo ver todo o processo, entender o trabalho que dá produzir cada peça e o tempo que leva para maturar. A gente passa a dar mais valor ao produto e ao produtor.
- Estando no Mercado Municipal de Belo Horizonte, procure e coma um pedaço de broa de milho recheada com queijo enquanto toma um cafezinho. Você vai se lembrar dela – e do queijo minas – para sempre!

Herança japonesa: Impossível pensar em São Paulo e não se lembrar do bairro da Liberdade, berço da cultura japonesa que também já é parte da cultura paulistana. "Aproveite e experimente o boteco japonês, o izakaya. Escolha dois ou três endereços vizinhos (na Liberdade há vários) e vá a todos na mesma noite, como fazem os espanhóis nos bares de tapa", sugere.

Dicas:
- Vá em grupo, para poder pedir várias porções e compartilhá-las no centro da mesa ou mesmo no balcão.
- Tente fazer uma boa mistura entre porções de peixes marinados, vegetais em conserva e pratos quentes.

Jóia brasileira: Por trás da aparência árida e com pouca vida, há uma riqueza absurda no Cerrado. "Em seus rios, há uma variedade enorme de peixes disponíveis ali. Sem contar os outros ingredientes-ícone da região, como o pequi e a baunilha do cerrado."

Dicas:
- Dispa-se de todo e qualquer preconceito em relação aos peixes de rio; eles são diferentes dos de mar, claro, mas igualmente saborosos.
- Se visitar o estado de Mato Grosso, não saia de lá sem provar mojica de pintado, pacu assado e piraputanga.
- Você nunca vai encontrar um pequi tão gostoso quanto in loco; portanto, se jogue no pequi, tomando o cuidado para não morder o caroço e machucar a boca com os espinhos em seu interior.

O Brasil africano: o Nordeste é onde as praias são mais belas e os sabores são mais intensos. A chef Helena Rizzo dá destaque ao estado baiano. "Arrisco-me a dizer que na Bahia estão os mais bonitos encontros entre os ingredientes brasileiros e os preparos de origem africana. Em Salvador, por exemplo, é uma delícia o cheiro de dendê em cada canto", afirma.

Dicas:
- Reservar ao menos um dia para visitar e fazer compras na Feira de São Joaquim, em Salvador. É uma abundância, uma riqueza de produtos e de cultura de cair o queixo!
- Provar todas as comidas locais que puder, das moquecas de peixe e camarão aos bobós, vatapás e carurus.
- Não sair da cidade sem comer o famoso bolinho de tapioca e coco, frito e polvilhado com açúcar e canela.

Sobre a Booking.com:

Fundada em 1996 em Amsterdã, a Booking.com B.V. cresceu a partir de uma pequena start-up holandesa para ser uma das maiores empresas de e-commerce de viagens do mundo. Parte da Booking Holdings (NASDAQ: BKNG), a Booking.com agora possui mais de 17.000 funcionários em 198 escritórios em 70 países. 
Com a missão de empoderar pessoas a vivenciar o mundo, a Booking.com investe em tecnologia digital que ajuda a facilitar o processo de viagem. Na Booking.com, conectamos os viajantes com a maior seleção de lugares incríveis para ficar do mundo todo, incluindo desde apartamentos, casas de temporada e cama e cafés (B&Bs) de gestão familiar até resorts de luxo 5 estrelas, casas na árvore e até iglus. O site e os aplicativos da Booking.com estão disponíveis em 43 idiomas, oferecem mais 27 milhões de anúncios reportados no total e abrangem mais de 130.000 destinos em 227 países e territórios no mundo todo.
Todos os dias, mais de 1,5 milhão de diárias são reservadas em nossa plataforma. Independentemente de viajar a negócios ou a lazer, os clientes podem reservar instantaneamente sua acomodação ideal de maneira rápida e fácil com a Booking.com, sem taxas de reserva e com a nossa promessa de cobrirmos o menor preço. Através da nossa equipe de apoio ao cliente, a Booking.com está disponível 24 horas por dia, todos os dias para apoio e suporte a nossos clientes em 43 idiomas, a qualquer hora do dia ou da noite.

Siga-nos no Twitter e no Instagram, dê uma curtida no nosso Facebook, e para as últimas notícias, dados e dicas, por favor, visite nosso site geral de notícias.

Fonte: Edelman

terça-feira, 26 de junho de 2018

Nova série Odonata explora universo das madeiras brasileiras


Desde 2016, sempre no mês de julho, a Cervejaria Dádiva lança a série Odonata, um lote limitado de uma Russian Imperial Stout envelhecida em madeira, que traz a cada edição um uso criativo de adjuntos e madeiras.

Em parceria com os especialistas Isadora Fornari e Maurício Maia, neste ano, a Cervejaria Dádiva decidiu explorar o universo das madeiras brasileiras para compor as Odonatas, #7 (envelhecida em barricas de Jaqueira), #8 (envelhecida em barricas de Jequitibá), #9 (envelhecida em barricas de Bálsamo) e #10 (envelhecida em barricas de Amburana).

Victor Marinho, sócio e Diretor Industrial da Dádiva, usou a base da Odonata, uma Russian Imperial Stout com teor alcoólico de 11,5%, para trabalhar processos paralelos de envelhecimento em quatro tipos de barricas de madeira por seis meses. "Quando se trata de uma mesma base e do mesmo tempo de envelhecimento, é muito desafiador encontrar resultados com personalidades tão diferentes. Neste processo, as madeiras foram fundamentais para despertar novas sensações sensoriais", comenta.

A versão #7, com Jaqueira, tem dulçor bem presente. Traz no sabor nuances que lembram frutas passas. A Odonata #8, com Jequitibá, embora delicada, tem bastante complexidade de aroma e sabor, é seca e tem notas florais. O Bálsamo, na versão #9, se apresenta com um toque herbáceo intenso e mentolado, contrastando com a tosta da madeira. A Odonata #10, por outro lado, traz as características típicas da Amburana, deixando à mostra toda a doçura da baunilha e da canela na cerveja.

Luiza Lugli Tolosa, sócia fundadora da Cervejaria Dádiva, comenta que o uso de madeiras brasileiras em cerveja ainda é pouco explorado no Brasil, e muitas vezes restrito à madeiras mais conhecidas como a Amburana e, mais recentemente, a Jaqueira. "Por isso, escolhemos também trabalhar com madeiras que não são muito utilizadas no mercado cervejeiro nacional".

Por outro lado, enquanto o mercado de cerveja artesanal ainda está começando a explorar as madeiras brasileiras, elas já são bastante exploradas no envelhecimento de cachaças. Por isso, para guiar a escolha das madeiras, a Dádiva convidou a consultora em cachaça, Isadora Fornari, e o chef de cozinha e cachacier Maurício Maia, para criar em conjunto a edição 2018 da Odonata.

Pensando em oferecer uma experiência única, a Cervejaria Dádiva, em parceria com o EAP - Empório Alto dos Pinheiros, oferece aos apreciadores de cervejas artesanais uma sugestão de harmonização das Odonatas com comidinhas que levam madeira em seu preparo.

A partir de 04/07, data em que acontece o lançamento da série Odonata 2018 ao mercado nacional no EAP, a casa vai trabalhar com uma régua de degustação das quatro versões de Odonata (doses de 100 ml cada) acompanhada por pequenas porções da casa trabalhadas com Jaqueira, Jequitibá, Bálsamo e Amburana. O preço será de R$ 54,00 e a degustação será válida até que dure o pequeno lote de chope dos lançamentos, separado especialmente para proporcionar este tipo de experiência aos consumidores.

Com produção limitada a 700 garrafas de cada versão, a série Odonata terá preço sugerido de R$ 48,00 (garrafa rolhada de 375 ml).

Sobre os convidados Odonata 2018

Isadora Bello Fornari

Apaixonada pelos sabores do Brasil, a paulistana é um dos principais nomes da cachaça do país. Tem na bebida nacional a conexão com o Brasil e com a terra. Atua em pesquisas e promove cursos, como o "Madeiras sabor do Brasil", que trata sobre madeiras nativas. Trabalha no desenvolvimento do mercado de serviço de bebidas, seja através na RosarioRSR, empresa que fundou em parceria com Jean Ponce, ou do Travessias Brasil, projeto em que atua junto com o cachacier Mauricio Maia. Ministra cursos livres e dá aulas no SENAC, além de trazer em sua trajetória experiências em atividades de parceria com estabelecimentos do mercado gastronômico, como o Pirajá, Hospedaria, Futuro Refeitório, Amado, Origem e Aprazível, e prestar consultoria especializada a Globosat, na primeira série sobre cachaças intitulada Bendita Marvada.

Maurício Maia

Publicitário, chef de cozinha e cachacier, é especializado em bebidas destiladas pelo WSET (Wine and Spirits Education Trust) de Londres, autor do blog "O cachacier", no caderno Paladar do jornal O Estado de S. Paulo, e membro da Cúpula da Cachaça e do GEDEC (Grupo de Estudos e Degustação de Cachaças), onde estruturou o 1º Curso de Formação em Cachaça do país. Apreciador, pesquisador e professor na área da cachaça há mais de 20 anos, é um dos principais professores do país e um dos mais requisitados palestrantes do setor, tendo participado de cursos e eventos para clientes como Universidade Mackenzie, CanaBrasil, ProDrinks, SENAC, Adobe Software, Banco Itaú-Personnalité, Banco Itaú-Unibanco, BASF, Cisco do Brasil, Ernst & Young, Metro Jornal, Sky, Vivo e Volkswagen. Degustador ávido e curioso por natureza, possui catalogadas mais de 500 marcas de cachaça de todas as regiões do Brasil, buscando sempre compartilhar a informação e o conhecimento adquirido durante suas viagens.

Sobre as edições anteriores

2016 – A primeira série Odonata teve sua base de uma Russian Imperial Stout envelhecida em barricas de Whisky Tennessee por seis meses. Após o envelhecimento a cerveja ganhou três versões: #1 com frutas vermelhas (morango, framboesa e amora), #2 com café de cultivo orgânico e #3 com favas de baunilha. De corpo alto, as Odonatas 2016 apresentaram 12,5% ABV e 80 IBU. A Odonata com frutas vermelhas trouxe um toque de acidez, enquanto a versão com baunilha teve nuances mais adocicadas. A versão com café, de cultivo orgânico da Fazenda Ambiental Fortaleza, mostrou fortes notas de tosta que combinaram com a robustez da cerveja.

2017 - As versões #4, #5 e #6 da cerveja foram envelhecidas em barricas de Carvalho Francês e Americano, e contaram com a participação de ícones nacionais do segmento de destilados para uma produção numerada de 1.000 garrafas. A versão #4 trouxe a expertise de Cesar Adames, professor e especialista dos mercados de tabaco e bebidas. Foi ele o primeiro importador de charuto cubano no Brasil e jurado do concurso Habano Sommelier por 10 anos. Sua participação na série Odonata comemora também a sua primeira visita a Cuba, há 25 anos, e foi envelhecida em barricas de Carvalho Americano com rum e blendada com malte defumado em folha de tabaco cubano de Pinar del Río. Maurício Porto, apreciador e colecionador de uísque, certificado como especialista pela Wine and Spirit Education Trust de Londres, e também à frente do blog "O Cão Engarrafado", assinou o rótulo #5 da série Odonata, envelhecido em barricas de Single Malte Scotch. Essa versão uniu o sabor adocicado da baunilha e da madeira, provenientes das barricas, com notas de chocolate e café da própria cerveja, com certo mel residual nesta versão, bem característico do uísque que fora antes maturado nos barris. E por último, Dinah Paula, que comanda a Cachaçaria Quinta das Castanheiras, de Camanducaia / MG, médica nutróloga por formação e uma apaixonada declarada pela cachaça, assinou o rótulo #6 da Odonata. Essa versão foi envelhecida por três meses em barricas de Carvalho Francês, utilizadas anteriormente pela cachaçaria, o que resultou em sabores e aromas característicos do destilado na cerveja.

Serviço: Lançamento Odonata 2018
Evento aberto ao público
Data - horário: 04/07/18, às 19h
Local: EAP, rua Vupabussu, 305 – Pinheiros, São Paulo – tel. 11 3031.4328

Régua de degustação: quatro versões de Odonata (doses de 100 ml cada) acompanhada por pequenas porções da casa, trabalhadas com Jaqueira, Jequitibá, Bálsamo e Amburana - preço: R$ 54,00

Participação especial: cervejeiros e especialistas envolvidos no projeto Odonata 2018

Fonte: Lead Co. press & marketing

Saiba tudo sobre a aclamada Founders Brewing


A Founders Brewing Co. é uma cervejaria norte-americana, criada pelos amigos Mike Stevens e Dave Engbers, em Grand Rapids, no estado de Michigan. Os desafios vieram logo no começo, com produções equilibradas, porém sem destaque, estiveram à beira da falência. Foi nesse ponto que a equipe da empresa decidiu mudar sua postura e fabricar o tipo de cerveja que os entusiasmou: cervejas complexas, com aromas presentes, corpo, equilíbrio e toneladas de sabor.

Assim a Founders, um grupo de apaixonados e entusiastas da cerveja, cresceu em torno desta filosofia simples: "Nós não fabricamos cerveja para as massas. Em vez disso, nossas cervejas são feitas para um público escolhido, um pequeno quadro de renegados e rebeldes que apreciam uma cerveja que empurra os limites do que é comumente aceito como gosto. Em suma, fazemos cerveja para pessoas como nós" declaração da Founders no site foundersbrewing.com

Mudando o seu jeito de fazer cerveja e criando rótulos incríveis a cervejaria evolui e se tornou uma das cervejarias mais reconhecidas dos Estados Unidos. Nós últimos cinco anos esteve constantemente na lista das melhores cervejarias do mundo e com vários de seus rótulos entre as 100 melhores pelo Rate Beer, além de seis medalhas da Copa do Mundo de Cerveja, quatro medalhas da Estrela da Cerveja da Europa e três grandes medalhas do Festival da Cerveja Americana. O Clube do Malte (www.clubedomalte.com.br), um dos maiores players do mercado craft beer do Brasil, disponibiliza as cervejas Founders para todo o país.

Founders Barrel Aged Series

A Founders lançou, no final de 2016, sua série de cervejas envelhecidas em barril, a Barrel Aged Series, criada antecipadamente para a comemoração dos 20 anos da cervejaria, em 2017.

A nova linha, que inclui seis rótulos, conta com quatro lançamentos, que ocorreram durante este ano, e com duas cervejas de já conhecidas, a Backwoods Bastard e a consagrada Founders KBS.

O primeiro lançamento disponível da série foi a Frootwood. Uma cerveja do estilo Fruit beer, com adição de cereja e 8% de teor alcoólico, envelhecida em barricas de carvalho que antes armazenavam Bourbon e Maple Syrup.

Na sequência a Founders disponibilizou o novo lote da KBS 2017. Logo depois lançou a Doom, uma Imperial IPA marcante e única, envelhecida em barris de bourbon. com notas de baunilha e carvalho nos aromas e sabores, mas sem deixar de lado as características de uma IPA.

A Founders DKML é a quarta cerveja da série e terceiro lançamento da Founders para a linha. Trata-se de uma cerveja do estilo Malt Liquor, envelhecida em barris de bourbon. Apresenta nos aromas e sabores notas de frutas secas, caramelo, baunilha e toffee.

Em outubro, a Backwoods Bastards retornou oficialmente como o quinto rótulo da série Barrel-Aged. Uma veterana bem respeitada do portfólio da Founders Brewing Co. essa é uma cerveja muito saborosa, complexa e marcante, com textura licorosa e moderada carbonatação.

E para fechar, a CBS (Canadian Breakfast Stout) é a sexta e última cerveja lançada na série. Carregada com café e chocolate, a CBS obtém seu caráter único e sedutor depois de envelhecer em "barris de bourbon que anteriormente armazenavam maple syrup.

A aclamada Founders KBS

Um dos mais icônicos rótulos da Founders, a KBS, está na lista das melhores cervejas do mundo. Uma cerveja do estilo Imperial Stout, com uma enorme quantidade de chocolate e café, envelhecida por 1 ano em barris de carvalho que anteriormente armazenavam Bourbon, 12,4% ABV, 70 IBUs e nota 100 no Rate Beer.

Essa cerveja é tão famosa nos EUA, que por lá tem uma semana inteira só dela: a KBS Week, celebrada todos os anos em alguns poucos bares, devido ao lote limitado da cerveja.

Educação cervejeira Founders

Pensando em oferecer mais para seu público a empresa criou o Founders Education Department, um departamento totalmente voltado a ensinar sobre sua marca, cervejas e funcionamento interno, harmonização de cerveja e comida e ainda sobre o crescente mercado cervejeiro. "À medida que a comunidade de cervejas artesanais continua a crescer, é nossa responsabilidade educar nossos amigos" é o que diz a Founders no site foundersbrewing.com.

A cervejas Founders podem ser encontradas no e-commerce do Clube do Malte, no link http://goo.gl/igPeit

Sobre Clube do Malte: www.clubedomalte.com.br

Fundada pelo empresário Douglas Salvador, o Clube do Malte é um dos maiores players do mercado craft beer do Brasil. Com 8 mil assinantes ativos em sua base e mais de mil rótulos em seu portfólio, o Clube do Malte acaba de lançar uma nova configuração do seu programa de assinaturas: o SMART. O novo serviço é uma maneira prática e econômica dos assinantes receberem produtos de conveniência (como cosméticos, itens de higiene, perfumaria, snacks etc), no conforto de suas casas, aproveitando o frete do seu Beer Pack.

Fonte: Visar Planejamento

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Everbrew chega nos Estados Unidos para colaborativa com Evil Twin e Sand City

Cervejaria cigana brasileira faz sua primeira parceria internacional! (Foto: Acervo Pessoal, com os cervejeiros da Everbrew, Sand City e Evil Twin)

A cervejaria Everbrew, de Santos/SP, está passando uns dias nos Estados Unidos para produção de três cervejas colaborativas com a cervejaria norte-americana Sand City, sendo que uma delas também conta com a participação da Evil Twin.

Os rótulos serão comercializados a princípio nos Estados Unidos e depois reproduzidos no Brasil. Entre Everbrew e Sand City serão duas cervejas, uma Double IPA e uma Gose com adição de jabuticaba. Já com Evil Twin, a cervejaria santista está produzindo uma Russian Imperial Stout.

“Estamos muito felizes e ao mesmo tempo honrados pela oportunidade de produzir com essas duas cervejarias que respeitamos e que temos profunda admiração. Além disso, teremos oportunidade de trocar experiências e dar um “toque” brasileiro nas produções.”. Comentou Renê dos Santos, um dos sócios-proprietários da Everbrew. 

SOBRE A EVERBREW
Cervejaria cigana de Santos/SP, a Everbrew apareceu no mercado nacional em meados de 2016 com seus dois primeiros rótulos: EverIPA (American IPA) e EverBlack (India Black Ale).

Criada pelos sócios, Renê dos Santos e Célio Ongaro, a cervejaria já conta com um portfólio de vários estilos e atualmente produz na cervejaria Dádiva, em Várzea Paulista/SP.

MAIS INFORMAÇÕES

EVERBREW
Instagram: cervejariaeverbrew

Copa Cerveja Brasil, concurso organizado pela Abracerva exclusivo para artesanais independentes, abre inscrições

Premiação acontece no dia 20 de outubro em Brasília (DF) e marcas tem até 15 de julho para preencherem o cadastro com desconto

Os prêmios têm um papel importante quando o assunto é orientar o consumidor. Para que o país tenha mais uma ferramenta séria para isso, a Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), lança esta semana as inscrições para a Copa Cerveja Brasil, primeiro concurso exclusivo para marcas artesanais e independentes. Só podem participar cervejarias e ciganas com produção abaixo de 500 mil litros ao mês e que não tenham nenhuma ligação com multinacionais do segmento de bebidas. 

Carlo Lapolli, presidente da Abracerva, comenta que a ideia é promover uma avaliação saudável dos rótulos que sirva como parâmetro para que as marcas cresçam em qualidade. “As amostras serão analisadas e os vereditos compartilhados com os cervejeiros”, comenta. Outro objetivo é esclarecer os produtos para o consumidor. “Ao mesmo tempo, queremos fortalecer para o público as diferenças entre nós, que produzimos focados na qualidade, e as marcas comerciais, que acabam transformando a cerveja em uma commodity”, acrescenta. 

Todas as informações sobre a Copa estão no site www.copacervejabrasil.com.br. As amostras deverão ser entregues em Brasília (DF), de 1º a 11 de outubro. O julgamento ocorre de 17 a 19 do mesmo mês. A cerimônia de premiação será no dia 20 de outubro, também no Distrito Federal. 

A análise das amostras estará sob a coordenação de Igor Puorro. Formado pela Brewlab, escola do Reino Unido, ele é Juiz Certificado BJCP (Beer Judge Certificate Program) e já julgou mais de 30 concursos nacionais e internacionais. Junto com ele, serão convidados ainda cerca de cinquenta avaliadores. 

Além das cervejas, que serão premiadas com medalhas de ouro, prata e bronze, também haverá três prêmios de Best Of Show (primeira, segunda e terceira cerveja com maiores notas, independentemente do estilo). Serão coroados ainda a Cervejaria, o Brewpub e a Cigana do ano, de acordo com a avaliação dos rótulos.

Sobre a Abracerva 
A Associação Brasileira da Cerveja Artesanal (Abracerva) foi fundada em outubro de 2013 para reunir e defender os interesses das cervejarias e da cadeia envolvida com o setor no país. Desde então, iniciou a articulação para a entrada das microcervejarias no Simples e prevê mais ações nos próximos meses.

Fonte: Melz Assessoria

domingo, 24 de junho de 2018

Serrado promove jantar harmonizado com vinhos e pratos italianos


Homenageando uma das grandes seleções do mundo, que infelizmente ficou fora do Copa em 2018, o Serrado Vinhos & Bistrô, em Laranjeiras, realiza um jantar harmonizado em cinco etapas com pratos e vinhos da Itália no dia 28 de junho, às 20h. Uma das características mais marcantes do país é a sua gastronomia, por ser uma das mais completas, ricas e deliciosas do mundo, principalmente por seus ingredientes característicos da gastronomia regional.

O jantar, que promete ser uma experiência enogastronômica genuína italiana, começa com Mini salada caprese com pesto de manjericão e Espumante Foss Marai 78 Brut, como entrada Antepasto sabores da Itália (burrata, fatias de copa, lascas de queijo grana padano, zucchine e melanzane grelhadas) acompanhado por Castello di Neive - Dolcetto D’Alba. Para harmonizar com a Pizza napolitana com prosciutto di parma, Yantra Rosso di Toscana, já o Sogno di Ulisse - Montepulciano D’Abruzzo será servido o Ravioli di agnello con salsa al gorgonzola e noci (massa recheada de cordeiro ao molho de gorgonzola com nozes). Para fechar, Tiramissu. O investimento é de R$ 160 por pessoa + 10%, sendo que R$ 35 são revertidos para comprar os vinhos servidos na noite.

Serviço
Serrado Vinhos e Bistrô
Endereço: Rua General Glicério, nº 364 -A - Laranjeiras| Tel: 2205-5000
Quinta-feira, 28 de junho, ás 20h
Investimento: R$ 160,00 + 10% por pessoa, sendo que R$ 35 são revertidos para compras dos vinhos do jantar

Fonte: Tratto Comunicação

Caldo de salmão é receita leve e simples para o inverno


Com a chegada do inverno, os pratos quentes ganham mais destaque nas mesas, principalmente no jantar, quando o frio é ainda mais intenso. Pensando nisso, a chef Mirian Marcatti, da Pescados Hermes, indica uma receita simples, leve e muito gostosa, perfeita para os dias mais gelados.

"O caldo de salmão, além de ser rico em nutrientes, já que a base é feita com os espinhos e a cabeça do peixe, é muito saboroso. A receita é leve e cai muito bem na hora do jantar", comenta Mirian.

Ingredientes para a base:
1 quilo de espinhos e cabeça de peixe
1 litro de água
1 cebola inteira
Cheiro verde
1 colher de sopa de páprica
1 colher de sopa de sal
Salsão

Ingredientes para o complemento:
4 batatas
2 cenouras
1 cebola
300 gramas de salmão picado, levemente refogado

Modo de Preparo Base:
Ferver bem todos ingredientes, coar e reservar o líquido.

Modo de Preparo Complemento:
Ferver bem as batatas, cenouras, cebola e bater os ingredientes no liquidificador ou mix, juntamente com a base reservada. Acrescentar o salmão e finalizar com salsa. Servir com gotas de limão e torradinhas.

Rendimento: 4 porções.

Serviço
Pescados Hermes
Endereço: Rua das Figueiras, 2231 – Bairro Campestre – Santo André – SP
Atendimento: Segundas das 10h às 19h. De Terça a sábado das 7h às 19h. Domingos e Feriados das 8h às 14h.
Mais informações: (11) 2988-5031 – www.pescadoshermes.com.br
Atendimento pelo Whatsapp: (11) 98292-0284
Delivery no Grande ABC: De Terça a sextas das 10h às 15h.

Fonte: Máxima Assessoria de Imprensa

Receita da Cervejaria Felsen de Pão irlandês Irish Stout


Uma receita deliciosa de pão com cerveja, muito rápida, fácil e que vai fazer sucesso com a família! Use uma Irish Stout, para deixar ainda melhor.

Ingredientes:

400g (4 xícaras) de Farinha de trigo integral
100g (1 xícara) de Aveia laminada
8g (2 colheres chá) de sal
8g (2 colheres chá) de bicarbonato de sódio
250ml de cerveja Felsen Irish Stout
150ml de iogurte natural sem sabor
40g (4 colheres sopa) de óleo vegetal
60g (4 colheres sopa) de mel
100g de uva passa (opcional)

Modo de preparo:

1. Misturar todos os líquidos num recipiente e os secos no outro.
2. Juntar tudo e, com uma colher ou com as mãos, misturar até virar uma massa com textura de areia molhada.
3. Deixar descansando por 15min, tapado com um pano de prato.
4. Pré-aquecer o forno a 180°C. Forrar uma assadeira com papel manteiga.
5. Com uma colher molhada, fazer bolinhas e colocar na assadeira
6. Polvilhar aveia laminada em cima das bolinhas.
7. Com o forno pré-aquecido, assar por cerca de 15min. Fazer o teste do palito (enfiar o palito até o meio do pão e ver se sai limpo) para ver se está assado. Tem que ficar bem douradinho. Cuidado pra não abrir o forno durante o assamento! Qualquer choque térmico pode fazê-lo abatumar.

ICHI: culinária japonesa, coquetelaria e música

Localizada nos Jardins, em São Paulo, casa apresenta ambiente moderno, ampla carta de drinques, gastronomia nipônica e entretenimento

ICHI, palavra de origem japonesa que pode ser traduzida como o início de algo, começo ou, simplesmente, 1. Esse é o nome da mais nova casa dedicada à gastronomia japonesa em São Paulo, em endereço nos Jardins que já abrigou outro restaurante com a mesma culinária, do mesmo grupo de sócios, o UN restaurante (fechado em agosto de 2017). Com cardápio tradicional e uma ampla carta de drinques, a casa abre suas portas oficialmente em junho de 2018.

Com funcionamento somente durante a noite, o ambiente de 240 m2 é ocupado por um bar de drinques, um de sushis, o salão com mesas e um espaço para DJ. Tudo com decoração moderna e iluminação planejada, que muda de cor de acordo com o set list do DJ convidado, e que fica mais noturna com o passar da hora. "A ideia é ser uma experiência de entretenimento completa na noite paulistana, com gastronomia, coquetelaria e música num único ambiente", conta o empresário Denis Nicollini, a frente do novo empreendimento.

Gastronomia e coquetelaria prometem compartilhar a atenção dos clientes. A primeira tem a consultoria da chef convidada Alice Celidônio, que desenvolveu um cardápio com base tradicional e apresentação moderna, unindo as culinárias japonesa e peruana, que será executado pela equipe de profissionais da casa. Já a carta de drinques fica sob os cuidados dos especialistas Fernando Spolaor e Leonardo Massoni, que destacam entre as opções os drinques vintages, os autorais e as opções para dividir. Saquês, gin, tequila, vinhos e cervejas completam o leque.

Destaque do cardápio e da carta de drinques:

Alguns itens de destaque da antiga casa foram mantidos, assim como o Crispy Rice (bolinho de arroz frito crocante, servido com tartar de atum / salmão temperado com creamy spicy, gochujang e cebolinha – R$ 22,00 / R$ 18,00). Entre as entradas, uma boa pedida também são as Endívias (Endívias, tartar de peixe branco, salsa de pera e trufa com molho cítrico – R$ 32,00).

Os pratos passam pelo Hamachi com salsa de pera e trufa (fatias de olhete, salsa a base de pera, trufa negra e açúcar mascavo, cebolete e finalizado com molho à base de yuzu e shoyu – R$ 34,00), o Risoto de Ouriço (Arroz, ouriço do mar e parmesão, temperados com shoyu e katsuobushi – R$ 75,00) e a Barriga de porco e missô (Barriga de porco cozida lentamente e marinada em missô servida com arroz, batata doce glaceada e acelga chinesa – R$ 45,00).

Para encerrar o jantar, a aposta pode ser no tradicional Trio de choux (Carolinas recheadas com doce de leite e nozes, caramelo, chá verde e creme pâtisserie – R$ 20,00) ou então, no Whiskey cappuccino (Crumble de café, sorvete de nata, crème brulée de café e espuma de whiskey – R$ 18,00).

Os drinques autorais contêm referências diretas da cultura milenar japonesa, com itens que remetem ao Japão místico. Entre os de assinatura está o AHASHIMA (R$ 32,00), que leva J.W. Double Black, Sake Ju Daiti, Norishiroppu, Daidai, Supaishina awa (espuma de gengibre com wassabi), guarnecido com katsuobushi e smoke bitter.

Os drinques vintages apresentados são inspirados no pai da coquetelaria japonesa, o alemão Louis Eppinger, se referem a coquetéis clássicos criados em solo japonês ou com a intenção de homenagear a troca de culturas com outros países. Por exemplo, o BAMBOO COCKTAIL (R$ 36,00), combina vinho Jerrez, Noilly Prat, orange bitter, angostura bitter e twist de limão siciliano. O MILLION DOLLAR (R$ 36,00), outra indicação de Massoni e Spolaor, leva Gin Tanqueray, Carpano Clássico, Noilly Prat, abacaxi, clara de ovo e abacaxi desidratado.

Serviço:
Local: Rua Padre João Manoel, 1.050 – Cerqueira César, São Paulo
Horário de Funcionamento:
Terça-feira à Sábado das 19:30 à 01:00
Domingo das 19:30 à 00:00
Cartões de Crédito: Elo, Visa, MasterCard, Amex e Diners

Sobre o ICHI

ICHI, palavra japonesa que pode ser traduzida como o início de algo, o começo ou, simplesmente, 1. Restaurante de gastronomia japonesa e ampla carta de drinques, com funcionamento somente à noite. Seu cardápio apresenta novidades e mantem alguns itens carros chefes do UN, restaurante que ocupava o mesmo endereço anteriormente, fechado em agosto de 2017. A carta de drinques da casa, assinada pelos mixologistas Fernando Spaloar e Leonardo Massoni, está dividida entre: drinques autorais, vintages, para dividir e com doses ou garrafas de saquê e vinho, além de gin, tequila e cervejas.

Fonte: Suporte Comunicação

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Starbucks® em Dobro ganha nova edição durante os jogos do Brasil

Válida em todas as lojas do País, promoção garante uma bebida grátis após a compra de qualquer produto nos sabores Banoffee, Avelã ou Brigadeiro

Para ajudar a animar a torcida para os jogos da seleção brasileira, a Starbucks® preparou uma ação especial para os dias 22 e 27 de junho. Todos os consumidores que comprarem uma bebida nos sabores Banoffee, Avelã ou Brigadeiro ganharão outra. A segunda bebida poderá ser de valor igual ou menor ao da primeira.

A ação acontece em todas as 115 lojas da marca no País e incluem as bebidas Frappuccino®, Espresso e Latte para os sabores mencionados acima. Para os clientes My Starbucks Rewards™, há ainda mais benefícios. Ao fazer uma compra acima de R$10 com o Starbucks Card, as estrelas bônus serão multiplicadas pelo número de gols que o Brasil fizer durante a partida do dia.

Sobre a Starbucks Coffee CompanyDesde 1971, a Starbucks® Coffee Company está comprometida eticamente com o cultivo e a torrefação do café arábica de mais alta qualidade no mundo. Hoje, com lojas ao redor do globo, a companhia é líder mundial em torrefação e na venda de cafés especiais. Por meio do nosso compromisso com a excelência e os princípios que a norteiam, a marca traz a exclusiva Experiência Starbucks para a vida de cada cliente, a cada xícara. Para participar dessa experiência, o consumidor pode ir a uma das nossas lojas ou visitar o site www.starbucks.com

Sobre a Starbucks Brasil

A Starbucks chegou ao Brasil em dezembro de 2006 e mudou o cenário de cafés especiais no país. Além de suas bebidas quentes, frias, Frappuccinos®, conhecidas no mundo todo, e produtos de excelente qualidade, a rede quer ser o Terceiro Lugar para se estar: um ambiente acolhedor e amigável entre a casa e o trabalho, onde as pessoas podem relaxar, ouvir música e encontrar amigos. Essa proposta, alinhada ao atendimento personalizado e aos melhores cafés especiais do mundo, é a Experiência Starbucks.

Os cafés comercializados pela Starbucks são grãos de classificação arábica, conhecidos no Brasil, como cafés gourmet ou especiais. Em suas mais de cem lojas espalhadas por São Paulo, Guarulhos, Jundiaí, Campinas, São José dos Campos, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Sorocaba, ABC Paulista, Santos, Piracicaba, Niterói e Rio de Janeiro, o cliente pode conhecer, além de seus cafés gourmet e bebidas, os saborosos acompanhamentos salgados e doces, destaque para os famosos Blueberry Muffin e Muffin de Chocolate, e os deliciosos salgados, como croissants, pão de queijo e sanduíches.

Para conhecer mais sobre essa experiência, os cafés e os produtos, assim como saber qual é a loja mais próxima, visite o nosso sitewww.starbucks.com.br.

Para saber mais sobre a Starbucks Brasil, acesse www.starbucks.com.br ou acompanhe:


Fonte: Edelman

Chegada do Inverno convida para uma boa taça de vinho

Rótulos encorpados e com maior teor alcoólico são apostas interessantes já que ajudam a aquecer a temperatura do corpo

A chegada do Inverno é um convite para apreciar uma boa taça de vinho. Durante o período é normal ficarmos mais calmos e preguiçosos, pois o próprio corpo pede por conforto, aconchego e comida. Com a queda das temperaturas a bebida ganha ainda mais espaço tanto em encontros românticos quanto em reuniões com familiares e amigos. A estação pede por pratos quentes como sopas, fondues, massas, risotos e carnes. Para acompanhá-los os vinhos indicados são aqueles mais encorpados.

"Em tempos mais frios a tendência é sentirmos fome de alimentos gordurosos. Por isso, um vinho mais potente deve calhar melhor com esses momentos", explica Natália Cacioli, sommelière da Evino. Vinhos fortificados como os Portos, Marsala, Moscatel - e aqueles cujo teor alcoólico é maior - também são boas apostas, pois ajudam a aquecer a temperatura do corpo. E como harmonizá-los?

É importante saber que sal e gordura são elementos amigos da harmonização (por isso as combinações queijo-vinho e carne-vinho são tão famosas). Se a ideia é investir em uma deliciosa fondue de queijo, vinhos brancos secos jovens ou com breve passagem em barricas, como Chardonnay e exemplares de Rioja, harmonizam muito bem. Por isso aqui vale quebrar alguns mitos. "As pessoas investem mais em vinho tinto do que branco quando o assunto é queijo. Mas elas não sabem que é bem fácil harmonizar esse cardápio com um rótulo branco - justamente porque a acidez desses vinhos faz toda a diferença no sabor", pontua.

As sopas não ficam de fora e conquistam cada vez mais espaço nos dias frios. E, se existe combinação melhor do que caldo verde e um vinho tinto português, eu desconfio. "Não é ciência! É só gostoso mesmo", brinca Natália. Para um caldinho de legumes ou sopa de cebola, vinhos de Sauvignon Blanc vão cair muito bem. Já um caldinho de feijão harmoniza bem com Syrah jovem e sem presença em barricas.

Para quem investe na combinação séries + pipoca + cobertor a sugestão é um delicioso e leve vinho rosé ou branco com breve passagem em carvalho. De acordo com a especialista, o branco barricado ganha características amanteigadas e que vão casar muito bem com a pipoca. "A pipoca é salgada. Então a dica é evitar vinhos com um teor alcoólico muito alto, pois o álcool acentua ainda mais o sabor do sal".

Mas e vinho com o clássico brigadeiro de colher? Vale lembrar que a combinação com chocolate requer alguns cuidados importantes, mas desde que feita corretamente, seu sucesso é garantido. Como chocolate é doce, o segredo é escolher vinhos que consigam dar conta desse açúcar. Com todos os tipos, vinhos doces - como Porto - dão sempre certo. "Já se quiser descobrir algo diferente, como nós da Evino sempre sugerimos, prove com um vinho tinto Syrah ou um português do Douro. Aposto que vai se surpreender", finaliza.

Sobre a Evino:

Um dos maiores e-commerces e aplicativos de vinho do país e maior importadora de vinhos franceses e italianos, a Evino nasceu para oferecer oportunidades únicas, com a melhor seleção de vinhos, ao melhor preço, através da melhor experiência de compra, sempre quebrando barreiras e criando conexão entre pessoas por meio do vinho.


Fonte: Index - Estratégias de Comunicação

Espaço Biergarten Imperial promete ser a grande atração da 29ª edição da Bauernfest em Petrópolis


A 29ª edição da Bauernfest em Petrópolis contará com um espaço especial para as cervejarias artesanais da Capital Estadual da Cerveja: será o Espaço Biergarten Imperial - Edição Bauernfest , que vai funcionar na Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia) - em frente ao Museu Imperial e Câmara Municipal -, de 22 de junho a 1º de julho, e promete ser uma das grandes atrações desta que é a principal festa pública da Cidade imperial.

O Biergarten Imperial contará com decoração temática especial e os cervejeiros prometem surpreender o público com estandes e atrações bem diferentes de tudo que já foi feito em edições anteriores da Bauernfest. O espaço contará com a participação de 17 cervejarias artesanais, boa gastronomia e dois palcos. Quem for ao Biergarten encontrará diversos estilos musicais e não apenas as bandas de músicas alemãs. A ideia é dar ao local uma pegada mais jovem, com rock alemão e rock nacional.

Os petropolitanos e os mais de 320 mil turistas esperados para a 29ª Bauernfest vão poder degustar rótulos das microcervejarias BrewPoint, Buda Beer, Cazzera, Da Corte, Cervejaria De Raiz, Doutor Duranz, Odin, Real, Cerveza Guapa, DuZé , Imperatriz Bier, Madame Machado, Schroeder Bier, Serra Velha, Torre Média, Tortuga Craft Beer e Vila de Secretário.

A área de alimentação vai contar estandes para todos os gostos. De salgados a doces, passando também pela tradicional comida alemã e também outros estilos de bebidas. Já confirmaram presença: Dry Hop, Everest Food, Viellen Defumados, Pastelaria Carneiro, Pizzarella Gourmet, Família Scharder, Mund Hamburgueria, Espírito de Porco, Forster Haus, Denarte Gastronomia, Monsier Drumond, Colossus Hamburgueria, Gelato Imperial, Água na Boca Doces Artesanais, Marie Anne, Amoras Doces Artesanais, Dom Rodrigo, Café Caramello, Frida Popcorn, Birrots e Uma Cachaça.

A diversão também estará garantida para a criançada que for ao Biergarten Imperial com suas famílias. O Espaço Kids vai funcionar durante os finais de semana: dias 23, 24, 29 e 30 de junho e 01 de julho.

“Todas as cervejarias participantes do Biergarten serão marcas de Petrópolis e essa valorização do produtor local dentro de uma festa como a Bauernfest é muito importante. Turistas de todo o país poderão conhecer nossos rótulos. Para as cervejarias artesanais, o evento será mais uma oportunidade de divulgação das marcas e, tenho certeza, também de negócios”, declarou José Renato Romão,

A realização do Espaço Biergarten Imperial - Edição Bauernfest é uma parceria entre Prefeitura de Petrópolis com Associação das Microcervejarias de Petrópolis (AMP).

Cervejas artesanais também no Palácio de Cristal

Além do espaço Biergarten Imperial, as microcervejarias de Petrópolis também terão espaço dentro do Palácio de Cristal, principal espaço da 29ª Bauernfest. O local terá uma grande barraca, que será dividida entre as marcas de cerveja artesanal de Petrópolis. Os cervejeiros de Petrópolis também vão fornecer a bebida para as barracas de comidas típicas que ficarão dentro das grades deste que é um dos principais atrativos turísticos de Petrópolis. Ou seja, esta será a Bauernfest mais tradicional dos últimos tempos, com cervejas artesanais de Petrópolis, mantendo a tradição da colonização alemã da Cidade Imperial.

SERVIÇO:

Biergarten Imperial - Edição Bauernfest 
29ª Bauernfest de Petrópolis

Quando: De 22 de junho à 1º de julho de 2018.
Horários: Dia 22 de junho das 17h às 22h;
Dias 23 e 24 de junho das 10h às 22h;
Dias 25, 26, 27 e 28 de junho das 17h às 22h;
Dias 29 e 30 de junho e 1º de julho das 10h às 22h.

Onde: Praça Visconde Mauá (Praça da Águia) – Centro de Petrópolis
Entrada: Gratuita.

Fonte: AC Assessoria

Eisenbahn apresenta estilo Rauchbier em Edição Limitada

Novidade sazonal da marca chega aos mercados em garrafas de 355ml, ideal para ser harmonizada com churrasco e pratos defumados

A Eisenbahn irá relançar o estilo Rauchbier, em uma Edição Limitada que estará à venda a partir de 1º de agosto nos principais pontos de venda do país, na versão 335 ml, com o preço sugerido de R$ 4,99. O rótulo foi lançado pela primeira vez em maio de 2014.

Produzido com maltes defumados da região de Bamberg, na Alemanha, o estilo possui aroma que remete a bacon e embutidos. A Rauchbier é um estilo de cerveja que harmoniza perfeitamente com charutos, alimentos defumados, carne de porco, frios, churrasco, costelinha de porco com molho barbecue e comida mexicana. 

“Temos como missão democratizar o conhecimento cervejeiro no país. Com a Eisenbahn Rauchbier queremos mostrar que o universo da cerveja vai muito além do estilo Pilsen e que existem inúmeros outros estilos que podem ser harmonizados com diversos tipos de pratos, ocasiões e climas”, afirmam Karina Pugliesi, gerente da marca Eisenbahn.

A Rauchbier da Eisenbahn será apresentada com exclusividade no dia 23 de junho na segunda edição do Ô Churras BBQ Festival, em Gramado, que é considerado o maior festival gastronômico dedicado ao churrasco no Rio Grande do Sul. 

Sobre o Grupo HEINEKEN no Brasil 
O Grupo HEINEKEN chegou ao Brasil em maio de 2010, após a aquisição da divisão de cerveja do Grupo FEMSA e, em 2017, adquiriu a Brasil Kirin Holding S.A ("Brasil Kirin"), tornando-se o segundo player no mercado brasileiro de cervejas. O Grupo gera mais de 13 mil empregos e tem 15 fábricas localizadas em Alagoinhas (BA), Alexânia (GO), Araraquara (SP), Benevides (PA), Blumenau (SC), Campos de Jordão (SP), Caxias (MA), Igarassu (PE), Igrejinha (RS), Itu (SP), Jacareí (SP), Manaus (AM), Pacatuba (CE), Ponta Grossa (PR) e Recife (PE). No Brasil, o portfólio de cervejas do Grupo HEINEKEN é composto por 17 marcas nacionais. Além disso, o Grupo importa Dos Equis, do México, Birra Moretti, da Itália e Edelweiss, da Áustria. Com sede em São Paulo, a companhia é uma subsidiária da HEINEKEN NV, a maior cervejaria da Europa, a segunda em termos de rentabilidade e a terceira em volume. A HEINEKEN opera 170 cervejarias em mais de 70 países. 

Informações atualizadas estão disponíveis na homepage da HEINEKEN Brasil:

Informações adicionais:

Fonte: HEINEKEN Brasil — Burson-Marsteller 

Beer.com.br faz escalação de cervejas para assistir aos jogos do Brasil

Sugestões de rótulos vão dos momentos de tensão ao gol da virada

Beer.com.br, o maior clube de assinatura de cerveja artesanal do país, criou uma seleção de cervejas para assistir aos jogos da Copa. Há um rótulo especial para cada emoção que possa aflorar: momentos de tensão, hora do gol, decepção, gol da virada, gol de bicicleta e não importa, quero mais é reunir os amigos. Todas as opções estão disponíveis no site da Beer.com.br, com preço especial para assinantes.

Momentos de tensão: Freigeist & Heilige Churrasco Nigthmare Weizenbock 375ml - O nome foi pensado depois de um dia de pesadelo de um alemão em uma churrascaria. Brincadeiras a parte, é uma cerveja colaborativa entre a Freigest e a Heilige, duas marcas exclusivas da Beer.com.br. Sob o estilo weizenbock, é feita com adição de salvia, tomilho e alecrim. Com notas defumadas, traz no aroma e sabor notas importantes seguidas de suave acidez do trigo e condimentado potente.

Hora do gol: Seasons Funhouse Belgian Blond 500 ml - O nome diz tudo, é o momento da diversão! Funhouse utiliza temperos como casca de laranja e sementes de coentro moídas na hora. O fermento é uma variedade belga originária das abadias trapistas. Sua receita leva adição de aveia e trigo, trazendo um toque aveludado à boca. No aroma, notas de frutas como laranja e pera, especiarias e ervas finas. O sabor acompanha o aroma, acrescido de interessante buquê de sabores!

Gol da virada: 3Cariocas Reserva 061114 (Whiskey & Port Wine Barrel Aged) - difícil de conquistar! Maturada desde 2016 em dois barris diferentes: de whiskey e de vinho do porto. Única e rara!

Gol de bicicleta: Bicycle Kick Kölsch, que significa gol de bicicleta em inglês, foi criação da cervejaria curitibana BodeBrown em parceria com renomadas cervejarias de cinco países. A receita foi inspirada na Rússia e os ingredientes escolhidos foram capim-limão, como alusão ao gramado do campo de futebol e camomila, flor nacional do país sede da Copa.

Jogo decepcionante: Porque até nessas horas merecemos uma boa cerveja! Gol da Alemanha foi criada pelas cervejarias 2cabeças e Aeon em 2015, logo após o jogo entre Brasil e Alemanha que terminou com o placar de 7x1. Por isso, a receita leva sete ingredientes alemães e um brasileiro. A cerveja é uma India Pale Lager com 7,1% de álcool e voltou a ser vendida especialmente no período da Copa do Mundo.

Não importa, quero mais é reunir os amigos: Kit 6 Kronenbourg 1664 Pale Lager - A Kronenbourg 1664 é a cerveja francesa mais famosa do mundo. Seu nome faz referência ao ano em que foi fundada. Esta Pale Lager possui coloração dourada, aromas de malte e cereais, e seu amargor é bastante suave. É uma cerveja refrescante e ideal para dias mais quentes.

*Rótulos disponíveis enquanto durarem os estoques.

Fonte: Index Assessoria

Trabuca Bar apresenta Casa Tupiniquim

Durante o período do mundial de futebol, casa entra no clima com telões, drinques, comidinhas e programação especial

O Trabuca Bar entrou no clima da Copa para torcer pelo Brasil e preparou uma programação especial em parceria com a Fishfire, agência de festas e eventos. Durante a Copa entra em campo o projeto Casa Tupiniquim, um QG para acompanhar os jogos, torcer para a seleção brasileira e experimentar drinques e comidinhas criados para a ocasião. A ação acontece até a final do campeonato (15/07).

Durante a semana, de segunda-feira a sexta-feira, a casa abre as portas mais cedo, às 11h30 para almoço. Um telão e seis TVs instaladas exibem os jogos e, para acompanhar as partidas, os torcedores podem escolher itens do cardápio fixo da casa, ou ser surpreendido com novidades menu executivo em homenagem à alguma das seleções participantes. Vale a pena perguntar ao garçom antes de escolher!

Para as noites de terça-feira a sexta-feira, das 18h às 22h, foi criado um cardápio especial de finger foods e uma carta de drinques inspirados nos cinco títulos conquistados pelo Brasil na história da competição (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002). Já no final de semana, a programação é mais intensa e inclui atrações musicais com ingressos vendidos antecipadamente.

Cardápio e drinques especiais

O chef Vinícius Rollo sugere Sanduíche de pernil (carne de perfil desfiada, pimentões, cebola e vinagrete - R$34,00); o Hot Dog (preparado na baguete francesa com salsicha Viena, bacon, relish de pepino e mostarda escura - R$29,00); o Burger Trabuca, (com hambúrguer de fraldinha, queijo cheddar, alface americana e tomate italiano - R$34,00); além do Bolinho de Arroz, (feito com arroz temperado, queijo parmesão e salsinha - R$20,00), e o Bolinho de Feijoada (massa de feijão preto, carne seca, paio e costela, recheado com couve refogada - R$24,00).

Já o time de criação do bar da casa idealizou uma nova carta de drinques A Copa e as Gírias inspirados nos boleiros, nome dado aos fascinados pelo futebol, em que cada um deles foi batizado com gírias usadas pelos amantes de futebol. Todos os drinques custam R$ 36,00. O Maria Chuteira assinado pela barwonan Jackie Dias leva J.W. Black Label, Shrub de frutas vermelhas, chá verde e Bitter de limão; o Folha Seca criado pelo mixologista Leonardo Massoni, combina rum Ouro, Homemade Apple Brand, licor artesanal de mel e cítricos frescos, mix Luxury e tintura de canela.

Já o Pelezinho, do barmam Denilson Saldanha mistura perfeitamente Nega Fulô Jequitiba, Herencia Café, 1883 Orgeat e limão Thaiti. O barman Fernando Spolaor desenvolveu o Pimba na Gorduchinha com Cîroc Peach, limoncello, Campari, abacaxi, Shrub de Pepino, manjericão e laranja bahia. Encerrando a carta, o É Tois, do barmam William Lucas, leva Bulleit Bourbon, 1883 Flor de Sabugueiro, água de rosas, capim santo, manjericão roxo e mix de limões.

Os ingressos estão à venda no site: www.ingresse.com.br com valores a partir de R$ 80,00 feminino e R$ 100,00 masculino,sem consumação inclusa. A atualização da programação pode ser acompanhada pelas redes sociais @trabuca_bar ou pelo site www.trabuca.com.br.

Fonte: Suporte Comunicação