Ninkasi, a Deusa da Cerveja

Ninkasi é a antiga deusa sumeriana da cerveja, que transformou uma mistura de água e cevada em um líquido dourado, conhecido hoje como cerveja.

Era uma deusa muito popular que fornecia cerveja aos deuses. Ela era considerada a própria personificação da cerveja.

Receba as postagens do Ninkasi Beer Club no seu e-mail!

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Everbrew de cara nova e o lançamento da Dark Power

Para celebrar a novidade, cervejaria participa de eventos em São Paulo e Curitiba!

Depois de dois anos de diversos rótulos lançados no mercado nacional, a cervejaria santista Everbrew, resolveu alterar sua identidade visual, o que inclui o logo da cervejaria.

“Após 2 anos do surgimento da Everbrew, decidimos trabalhar a logomarca para algo mais conceitual, em linha com toda nossa identidade visual que também foi evoluindo com o passar do tempo.”. Comentou Renê dos Santos, sócio-proprietário da Everbrew.

O primeiro rótulo com a nova identidade é o Everbrew Dark Power, uma Imperial India Black Ale que chega nos pontos de venda nos próximos dias.

Para celebrar essa novidade, a Everbrew participou do evento Dark Mauro Day 2018, que aconteceu no dia 13/07, no Empório Alto dos Pinheiros, em São Paulo, com a recentemente lançada Evermex (Mexican Imperial Stout) e com uma Russian Imperial Stout versão envelhecida em barris de carvalho francês, que antes continham whisky e vinho. E também participa do DUM Day, que acontece no dia 21/07 no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba/PR.


EVERBREW DARK POWER
Essa Imperial India Black Ale apresenta aromas e sabores torrados sutis proveniente do malte de trigo torrado, porém buscamos deixar o lúpulo como protagonista neste conjunto, com uma potente pegada aromática graças aos clássicos lúpulos Simcoe, Cascade e Centennial. 

Nome da cerveja: Dark Power
Estilo: Imperial India Black Ale
ABV: 8,5%
IBU: 80
Formato: Lata (473ml) e Chope

SOBRE A EVERBREW
Cervejaria cigana de Santos/SP, a Everbrew apareceu no mercado nacional em meados de 2016 com seus dois primeiros rótulos: EverIPA (American IPA) e EverBlack (India Black Ale).

Criada pelos sócios, Renê dos Santos e Célio Ongaro, a cervejaria já conta com um portfólio de vários estilos e atualmente produz na cervejaria Dádiva, em Várzea Paulista/SP.

EVERBREW
Facebook: facebook.com/cervejariaeverbrew
Instagram: cervejariaeverbrew

Fonte: Beer Press

Organizadores anunciam data oficial da próxima Brasil Brau

A feira, que acontece em maio de 2019, terá como objetivo ampliar o foco nos segmentos que compõem o caminho da produção cervejeira até o consumidor final

A 15ª edição da Brasil Brau – Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja, mais importante evento da indústria cervejeira no país, já tem data e local marcados: de 28 a 30 de maio de 2019, no São Paulo Expo, antigo centro de Exposições Imigrantes. Voltada a profissionais da área, a feira bienal reúne as principais novidades em máquinas e equipamentos, insumos, serviços, embalagem, consultoria e educação do universo da cerveja. Quase 6 mil visitantes e 73 expositores vindos de 10 países diferentes participaram do evento em 2017, representando um crescimento de 30% em relação a 2015. “Nosso objetivo para 2019 é prospectar novos segmentos, ampliando o escopo do evento para reunir fornecedores desde a produção do líquido até a apresentação do produto para o consumidor final, que envolve setores como logística, armazenamento e marketing”, explica Luana Cloper, diretora de negócios da Brasil Brau, evento organizado pela Fagga GL events exhibitions.

O perfil do público, composto por profissionais com tomada de decisão – administradores e empresários, técnicos de cervejarias, comerciantes e consultores do segmento –, será ainda mais apurado. “Estamos empenhados em nos tornar o evento mais qualificado e produtivo do mercado”, diz a diretora. Para isso, a Brasil Brau vai expandir em 50% a área de estandes, passando a ocupar 3 mil metros quadrados do São Paulo Expo. O aumento na adesão de regiões cervejeiras também está no planejamento da edição de 2019, com uma divulgação massiva para atrair mais expositores do Centro-oeste, Nordeste e Sul do Brasil, além de outros países sul-americanos.

Descontração no Brewer Lounge – Novidade na feira, o Brewer Lounge é um espaço dedicado a duas ações. De um lado, haverá uma área de conteúdo em que expositores vão divulgar seus produtos através de apresentações e degustações em parceria com cervejarias clientes. Ao longo dos três dias, a área também abrigará degustações de cervejarias convidadas abertas ao público. “O ambiente mais descontraído será uma nova ferramenta de conteúdo e comunicação para os expositores”, explica Luana.

3º Prêmio Brasil Brau – Único do Brasil a premiar boas práticas da gestão do negócio cervejeiro, como design de embalagem, comunicação da cultura da cerveja, sustentabilidade e responsabilidade social, o concurso terá novas categorias para avaliação da banca em 2019: “inovação tecnológica”, “inovação em gestão” e “excelência em exportação”. Também serão incluídas novas categorias de júri popular, tanto para profissionais (“profissional de destaque” – mestre cervejeiro e sommelier de cerveja) quanto institucionais (“fábrica de destaque” – melhor cervejaria, melhor fornecedor de equipamentos e melhor fornecedor de insumos).

Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira – Para a 16ª edição do já consagrado congresso, que deve ter um crescimento de ao menos 20% de público participante, a intenção é agregar temáticas mais relacionadas à gestão do negócio cervejeiro. A parte técnica e a oferta de conteúdo internacional, elogiadas nos anos anteriores, serão mantidas pela organização – que busca, claro, trazer novos especialistas para compartilhar sua expertise no ramo.

Brasil Brau – XV Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja

Data: 28 de 30 de maio de 2019

Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 
Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – São Paulo – SP – Brasil
Para mais informações acesse: www.brasilbrau.com.br

Fonte: deniblochcomunicação

​​Mais de 200 alunos de cinco países vêm ao Brasil para estudar cerveja

Estudantes fazem parte dos cursos concentrados da Escola Superior de Cerveja e Malte, que recebe brasileiros de 19 estados diferentes nas próximas três semanas

A sede da única instituição superior especializada em bebidas da América Latina terá semanas agitadas pela frente. Mais de 200 alunos brasileiros e estrangeiros estarão nos laboratórios da Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) até o dia 28 de julho para os cursos de férias da metade do ano.

Compõem estas turmas pessoas de 19 estados e 100 diferentes municípios do Brasil. Entre eles, o representante da cidade que vem de mais longe parte de Paragominas (PA) e enfrenta 3,2 mil quilômetros para chegar a Blumenau (SC). Alunos do Peru, Argentina, Paraguai, México e Bolívia também estão confirmados.

São nove opções de cursos que vão desde a formação em Sommelier de Cervejas, que por aqui tem certificação internacional pela Doemens Akademie, até Produção de Bebidas Não-Alcoólicas, novidade na grade.

O diretor da ESCM, Carlo Bressiani, comenta que este é um dos momentos mais intensos do ano. “A preparação começa em março, para que os alunos tenham uma programação técnica bastante intensa e também vivências práticas nas cervejarias da região. Estamos muito felizes com mais essa temporada de cursos concentrados reunindo um público apaixonado de tantos lugares”, diz.

Sobre a Escola Superior de Cerveja e Malte
Com mais de 6 mil alunos formados em quatro anos de atuação, a Escola Superior de Cerveja é Malte é a primeira e única instituição de ensino superior especializada na bebida da América Latina. É parceira da alemã Doemens Academy, uma das mais respeitas entidades do mundo.

São cerca de 90 cursos diferentes, em mais de 200 turmas já realizadas. Na sede, em Blumenau (SC), além das salas de aula estão disponíveis 8 laboratórios voltados para o ensino de cerveja. Parcerias com cervejarias da região garantem visitas técnicas e relacionamento com o mercado durante os cursos.

Fonte: Melz Assessoria

Cerveja Praya é mistério tropical em filme dirigido pela dupla Jungle

Produzida pela Paranoid, campanha ganha cenário britânico surrealista

A Witbier carioca Praya apresenta seu novo filme inspirado no conceito Descubra os mistérios de Praya, com base na atmosfera mística da marca que tem a Sereya como parte da logomarca. Com criação e direção assinadas pela dupla Jungle e produção da Paranoid, numa linguagem cinematográfica, a campanha apresenta o personagem principal em uma busca incansável pela cerveja desejada. 

O filme trabalha a fixação de Praya como marca de lifestyle, cool e contemporânea. Considerada um refúgio àqueles que estão presos em uma rotina fria, a campanha traz uma visão delirante entre realidade e sonho. Para isso, a dupla da Paranoid levou o set de filmagem a uma casa vitoriana no subúrbio de Londres e até o “deserto” britânico de Dungeness, cabo na costa de Kent, também na Inglaterra.

“Pautados em criar um comercial com características de longa-metragem, procuramos colocar a marca no mistério que ela mesma propõe. O personagem está isolado em um lugar distante e anseia pelo mar. A cerveja vira um objeto de desejo, um verdadeiro delírio em terras estrangeiras”, explica um dos diretores da dupla, Marcus Cidreira. “Para isso, seguimos referências do ‘Universo Lynchiano’, fugindo dos padrões comerciais e buscando um cenário absurdo, entre o sonho e a realidade, onde o personagem procura incansavelmente a cerveja desejada”, completa Vicente Tigre. 

Essa não é a primeira vez que Jungle trabalha para a cerveja Praya. Os diretores são responsáveis pela primeira campanha publicitária da marca, lançada em 2016.

De acordo com Duda Gaspar, um dos sócios da Praya, a estratégia de comunicação da marca vai muito além do rótulo da bebida. "Desde a comunicação visual, representada pela sereia, uma figura misteriosa, até mesmo dentro das nossas ações, a Praya aparece de forma orgânica, trabalhada nas sutilezas. Criamos atmosferas para que ao final sejamos lembrados como 'A Praya está presente nos melhores momentos da minha vida", explica o também designer e responsável por toda a identidade visual da marca.

Jungle é uma dupla que passou a integrar o casting da Paranoid em meados de 2017. Com base sólida na pós-produção e nas artes visuais e alternando entre Berlim e São Paulo, os diretores já assinaram projetos para Coca-Cola, Google Brasil e Leroy Merlin.

Ficha Técnica:
CLIENTE: PRAYA
PRODUTORA: PARANOID
DIREÇÃO: JUNGLE
DIRETOR EXECUTIVO: EGISTO BETTI
COORDENAÇÃO DE PRODUÇÃO: LUIZ ARMESTO E LUCIANA MARTINS
DIR FOTOGRAFIA: JP GARCIA
DIR ARTE: PAULINA RZESZOWSKA
DIR PRODUCAO: SANDRA SPETHMANN
FINALIZAÇÃO: BOSON / PLANO Z
COORDENAÇÃO DE PÓS: ROBERTA BRUZADIN e DEINHA LOPES
ASSISTENTE DE PÓS: MARÍLIA RAMOS
CORREÇÃO DE COR: CHEAT / BLEACH

Fonte: Hochmuller Multimídia

quinta-feira, 12 de julho de 2018

No Dia Mundial do Rock participe da Rock'n'Growler Fest com muita cerveja e rock'n'roll

Referência em growlers, a My Growler comemorará seus dois anos de revolução na cena cervejeira

Em julho deste ano a My Growler comemora dois anos de revolução no setor cervejeiro. Revolução esta que trouxe para o Brasil o melhor método existente para fornecer e consumir chope: os growlers. Para quem não conhece, growler é um utensílio cervejeiro muito prático que serve para transportar líquidos. O recipiente é produzido em vidro, cerâmica ou inox, com fechamento tipo rosca, para facilitar ainda mais o armazenamento da bebida, e com capacidade de 1 e 2 litros. Além disso, dá ao apreciador a liberdade de consumir cerveja fresca onde, quando e com a companhia que desejar. E, por ser retornável, representa um novo jeito de beber cerveja: com responsabilidade sustentável.

“A sustentabilidade é o sinônimo da nossa marca. Todo growler poderá ser reabastecido em uma das Growler Stations, reduzindo o número de latas e garrafas no meio ambiente. Em 2017, o novo hábito de consumo promovido pela My Growler, somente no Brasil, foi responsável por poupar a natureza do descarte de 18,72 milhões de latas e/ou garrafas”, explica Rodrigo Fernandes, CEO da My Growler.

Com objetivo de difundir a cultura do growler no país, a My Growler chega em Brasília para comemorar seu aniversário. Para isso, nada melhor do que juntar cerveja e rock’n’roll. No dia 13 de julho, Dia Mundial do Rock, a My Growler estará festejando no Beer Club Brasília a partir das 18h.

Estrelando os clássicos do rock, a My Growler relançará a coleção Rock’n’Growler inspirada nos ícones do rock nos anos 60 e 70, como The Beatles, Pink Floyd e Rolling Stones, nos tamanhos growlucho (1 litro) e grand growler (2 litros). Terão sorteios de growlers e growlers bags entre os participantes do evento. Além, claro, de recarga dos growlers a preços especiais. A banda Rocket C participará da festa tocando as grandes músicas da época.

Comemore o Dia Mundial do Rock em grande estilo!

Rock’n’Growler Fest
Data: 13 de julho
Horário: 18h
Local: Beer Club Brasília – Asa Sul Comércio Local Sul 403, bloco D, loja 28 – Asa Sul, Brasília
Reservas: (61) 3254-6222

Fonte: A Fonte! Comunica

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Quatro maioneses diferentes para acompanhar petiscos

Lançamento das long necks da Cervejaria Alles Blau terá programação especial em Blumenau (SC)


Blau Fest acontece no dia 18 de agosto com atrações musicais, food trucks e chopes artesanais. Evento será no pátio da fábrica e tem entrada gratuita

Os bons momentos merecem ser comemorados. E a Cervejaria Alles Blau, de Blumenau (SC), preparou uma programação especial para brindar o lançamento das suas long necks. O Blau Fest acontece no dia 18 de agosto e será um dia inteiro de música, boa gastronomia e muita cerveja artesanal no pátio da Alles Blau (Rua Dr. Pedro Zimmermann, 5180, bairro Itoupava Central), das 11h às 20h. A entrada é gratuita.

Duas atrações musicais estão confirmadas na programação. Além disso, o Blau Fest terá gastronomia com food trucks. A Blauwagen – Kombi estilizada da marca – também estará presente no dia com o Hopinator, que vai “temperar” as cervejas na hora. 

No evento, os visitantes poderão conhecer as opções de long necks da marca que estão chegando ao mercado. São nove: Pilsen, Weiss, APA, IPA, Witbier, Strong Golden Ale, Blonde Ale, Imperial Stout e Catharina Sour. Além disso, opções de chopes também estarão disponíveis ao público.

Para Davi Zimmermann, diretor comercial da cervejaria, a programação vai marcar um novo momento para Alles Blau. “Em menos de seis meses no mercado, já mostramos a qualidade dos nossos produtos on tap. Com o lançamento das long necks, queremos ampliar nossa atuação e conquistar cada vez mais espaço no universo cervejeiro”, afirma.

Sobre a Alles Blau
Lançada oficialmente no Festival Brasileiro da Cerveja, a Alles Blau é uma cervejaria de Blumenau (SC). O nome é uma expressão utilizada pelos imigrantes alemães que chegaram a cidade, quando queriam dizer que estava “tudo ótimo”, “tudo bem”. A fábrica tem capacidade para produção de 56 mil litros ao mês.

Fonte: Melz Assessoria de Imprensa 

Você sabia que a falta de higienização dos equipamentos de serviço dos pontos de vendas pode contaminar o chope?

Flávio Athayde, responsável pela cervejaria Votus, explica como a falta de sanitização pode interferir na qualidade do produto 

Você sabia que a falta de assepsia dos equipamentos de serviço de bares e restaurantes impacta na qualidade dos chopes? Atualmente, com a grande variedade de estilos disponíveis no mercado, caso não seja feita a limpeza e sanitização corretas das torneiras ou taps, como são conhecidas, é possível que um chope mais delicado seja prejudicado pela bebida que foi servida anteriormente. 

“O chope é uma bebida não pasteurizada. Sendo assim, existe uma carga microbiológica ativa maior nele do que na cerveja. Esses microorganismos se prendem na tubulação da chopeira e, se o equipamento não for limpo de maneira adequada, haverá liberação de subprodutos dos processos orgânicos que vão impactar sabor, aroma, cor e cristalinidade”, afirma Flávio Athayde, responsável pela cervejaria Votus. 

Os chamados off-flavours ou “defeitos” no chope vão depender das bebidas que passaram anteriormente naquela torneira, mas de forma geral, eles podem ser: Ácido Caprílico (que lembra sabão de coco), Ácido Acético (que remete a vinagre), Ácido Capróico e/ou Caprílico (este, em baixa concentração, lembra sabão de coco e, em altas concentrações, lembra couro molhado, couro velho). Outro off-flavor possível é o sabor metálico (como de alumínio ou ferrugem), gerado quando a limpeza e sanitização do equipamento são feitas de maneira incorreta. 

E não são apenas as torneiras que devem ser higienizadas corretamente, mas também utensílios como os copos e taças. “Copos sujos são fáceis de identificar por causa das bolhas que se formam na lateral quando o chope é servido. O que mais prejudica no serviço em copos sujos é a formação de muita espuma, ou a baixa retenção dela causada por gorduras”, pontua Flávio. 

Outra coisa que pode prejudicar a qualidade do chope é a má conservação do produto no ponto de venda. Para que ele seja servido fresco e em condições ideais, as casas que o comercializam deve conservá-lo em temperaturas adequadas, que variam de estilo para estilo, de preferência em câmara fria. Além disso, após aberto o barril, o chope deve ser consumido em até três dias. 

Segundo Athayde, a má conservação dos chopes nos pontos de vendas prejudica a imagem das cervejarias que os produziram. Muitas vezes, por conta de uma demora do comerciante para vender o chope ou por erros de cálculos na hora de fazer o pedido, o consumidor acaba experimentando um produto pouco fresco, longe do ideal. Além da falta de assepsia, que contribui para descaracterizar ainda mais o produto. 

“Tudo isso leva a experiências ruins do consumidor com o produto, que dali em diante passará a evitá-lo em qualquer ponto de venda, e não apenas naquele, achando que o problema é com o chope, quando na verdade a falha é falta de assepsia e conservação do produto no ponto de venda. Por isso, o cuidado com a higienização é importante também para a produtora, que pode ter sua imagem prejudicada”, finaliza o responsável pela cervejaria Votus. 

Fonte: ÔNIXPress

Vó Maria e o Seu Lado Zen de cara nova

Cerveja Avós, consolidada pela produção exclusiva de Lagers frescas, apresenta um de seus rótulos primogênitos envasado em latas de alumínio

Com dois anos de vida e boas novidades em seu portfólio, a cerveja Avós apresenta umas das integrantes da família de cara nova. É a vez da primogênita e premiada Vó Maria e o seu Lado Zen chegar aos bares e empórios acomodada em latas de 350ml. A partir de agora a Hoppy Lager chega às mãos do consumidor também em latas alumínio, mantém o padrão da marca que trabalha com cadeia refrigerada completa, ou seja, para garantir frescor às bebidas a Avós mantém suas cervejas sob a mesma temperatura, da fábrica até os distribuidores parceiros. Para estes casos, quanto antes as cervejas forem consumidas, mais suas características sensoriais podem ser desfrutadas plenamente, por isso, a ilustração da lata da Vó Maria e o seu Lado Zen vem com direito a sugestão de consumo, que indica prazo ideal para que o produto seja degustado em sua melhor condição.

Dona de um visual dourado e espuma branca, a Vó Maria e Seu Lado Zen entrega ao paladar uma cerveja de corpo baixo, com 4,9% de teor alcoólico e refrescante. Com amargor sutil garantido por seus 18 IBUs, elaborada com o mesmo dry hopping da Baixinha + Porreta, técnica que infusiona lúpulos durante a etapa fria do processo de produção e confere riqueza de aromas, a cerveja alcança com leveza notas cítricas, frutadas e altíssima drinkability.

Sobre Cerveja Avós:

A cerveja paulista Avós apresentou sua produção comercial em março de 2016, com dois rótulos: uma India Pale Ale, batizada de Vó Maria, a Baixinha Porreta, ouro no World Beer Awards 2017, e uma Hoppy Lager que leva o nome de Vó Maria e o Seu Lado Zen - premiada com medalha ouro no concurso do Festival Brasileiro da Cerveja 2017. Alguns meses depois anunciou a chegada da cerveja que funde as personalidades dos seus dois primeiros estilos lançados: uma India Pale Lager, batizada de Vó Maria In Concert, ideia nascida do evento promovido pela cerveja Avós que harmonizou jazz e blues com suas cervejas. A quarta avó que se juntou ao time foi a Vó Ana: A Matrona, uma Lager feita com trigo, adição de semente de coentro e camomila. Em pouco tempo, nasceu a primeira sazonal, uma colaborativa feita em parceria com a cervejaria mineira ZalaZ, uma India Black Lager, batizada de Vó Zazá . Outra parceria que deu certo é a Véia Lática, uma Sour Lager com adição de amoras e mirtillos, criada e executada junto com a cervejaria Synergy. As receitas de DNA caseiro são feitas com o mesmo cuidado e alegria dos almoços familiares, proporcionam aos consumidores cervejas que unem frescor e drinkability a homenagens e histórias que remetem aos ancestrais de seu criador, o publicitário e cervejeiro Junior Bottura. Feita no interior de São Paulo, a Avós é fruto da paixão de Junior pelas panelinhas e uma celebração ao vínculo que teve a sorte de cultivar com todos os suas avós e bisavós. Seus produtos contemplam o paladar de cervejeiros iniciantes e experientes, são companhias de respeito para brindar à vida. Coma a boa aceitação das suas cervejas, a Avós se firmou no mercado, Fabio Geribello (Gård Cervejaria) se tornou sócio da Avós e hoje se dedica exclusivamente à produção de receitas executadas com leveduras Lagers – a Vó Maria, a Baixinha Porreta, única Ale que esteve entre suas produções teve sua receita adaptada e agora é executada com leveduras de baixa fermentação. A cerveja cigana tem, desde dezembro de 2017, seu espaço próprio chamado de Casa Avós, onde reúne seus produtos, cervejas e chopes para serem levados para casa em growlers ou crowlers.

Fonte: Mariana Buck / Birra Comunica

Rótulos complexos da Thornbridge para inverno



Os dias frios de inverno estão chegando e pensando nisso, a importadora Suds Insanity separou alguns rótulos que chegaram recentemente da cervejaria inglesa Thornbridge, com uma graduação alcoólica um pouco mais elevada, mais complexidade e ideais para harmonização.

Os rótulos já estão disponíveis em empórios e lojas especializadas em todo país.



(Foto: Divulgação)

A Cocoa Wonderland é uma dessa opções, com notas que remetem ao chocolate e café, essa Porter é muito equilibrada, apresenta 6,8% de teor alcoólico e harmoniza principalmente com sobremesas, como petit gateau e crème brulée.

A Tonttu apresenta notas frutadas, maltadas e algumas especiarias que harmonizam perfeitamente com comida mexicana e carnes vermelhas. Uma Red Ale com 6% de graduação alcoólica.

Já a Saint Petersburg é uma Russian Imperial Stout, com boa complexidade e 7,4% de teor alcoólico. Com notas torradas, de chocolate e caramelo, ela é ideal para dias mais frios, perfeita com brownies e cheesecake.

A Fika é uma Cold Brew Coffe Stout que foi produzida com Rwandan Coffee, tem notas de café bem acentuadas e 7,4% de teor alcoólico. Uma harmonização perfeita com sobremesas como um sorvete decreme.

SOBRE A THORNBRIDGE
Os primeiros passos da Thornbridge começaram em 2005, a princípio com foco nas Cask Ales, muito tradicionais no Reino Unido. Em 2009, inauguraram em Bakewell sua linha de envase e assim começaram suas exportações, que hoje já atingem 40 países. São mais de 350 premiações nacionais e internacionais que agora chegam no Brasil!

SOBRE A SUDS INSANITY 
Importadora de Curitiba/PR, que tem como objetivo trazer grandes cervejarias de reconhecimento internacional para o Brasil. Já conta com a Nils Oscar (Suécia) e Thornbridge (Inglaterra) em seu portfólio.

THORNBRIDGE
Instagram: thornbridge

SUDS INSANITY
Instagram: suds_insanity
Twitter: sudsinsanity

Fonte: Beer Press

Destilaria Kalvelage lança London Dry Gin

No mercado desde 2013, a destilaria soma nove prêmios internacionais e aposta em nova receita com oito botânicos 

Uma receita complexa, que reúne uma combinação de sabores naturais com uma base alcoólica de qualidade. Para o público, simplesmente Gin. A bebida da moda dos bares agora tem uma representante nacional de uma marca reconhecida também no exterior: a Destilaria Kalvelage lança nacionalmente esta semana o seu London Dry Gin.

Com oito botânicos e 43% de graduação alcoólica, a bebida levou cinco anos para ser desenvolvida. A pesquisa aconteceu concomitantemente ao trabalho com a Vodka Kalvelage e a Kalvelage Vibe, que somam nove prêmios internacionais. No San Francisco World Spirits Competition de 2015, por exemplo, a destilaria foi a única da América Latina a levar uma medalha de ouro.

A categoria do produto, de acordo com o sócio da marca, Maurício Kalvelage, foi escolhida pela complexidade. “O London Dry Gin têm especificidades como a utilização de ingredientes naturais (não são permitidas essências), a obrigatoriedade de zimbro e coentro e ainda a proibição do uso de açúcar na composição. Somado a isso, buscamos uma combinação de botânicos entre os quase 400 catalogados que gerasse como resultado uma bebida aromática e fácil de harmonizar”, diz.

Além do tradicional Gin Tônica, que leva o destilado, água tônica e limão, outras possibilidades de drinks ampliam as variedades de sabores da bebida. “Antes do lançamento, fizemos testes cegos e degustações guiadas com bartenders e mixologistas e o resultado foi incrível. Todos colocaram o Kalvelage London Dry Gin entre os melhores vendidos no Brasil, comparado aos importados com muitos anos de mercado. E conquistarmos o respeito destes profissionais produzindo no Brasil foi só o pontapé para este projeto”, acrescenta Maurício.

A Destilaria Kalvelage tem distribuição e representação no Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e em Tocantins.

Sobre a Vodka Kalvelage 
A paixão pelos destilados levou os irmãos Marcos e Maurício Kalvelage a antecipar os planos da aposentadoria. Em 2012, deixaram um pouco de lado as profissões de engenheiro civil e arquiteto para se dedicaram à marca que leva o sobrenome da família. No mercado desde 2013, as vodkas Kalvelage e Kalvelage Vibe somam nove premiações internacionais. Com o primeiro lançamento do ano, o London Dry Gin Kalvelage, a marca amplia o o mix para chegar a outros pontos de vendas.

Todas as informações sobre os produtos e pontos de vendas estão no site www.kalmae.com.br

Fonte: Melz Assessoria

Black IPA é o primeiro rótulo da nova série Molinarius Specialties

Lançamento acontece em duas festas na capital paulista!

A Cervejaria Molinarius, apaixadona por lúpulos e focada totalmente no estilo India Pale Ale e suas múltiplas vertentes, lança a série Molinarius Specialties, justamente para provar que cada IPA pode ter sua própria personalidade e agradar diferentes paladares.

Serão seis rótulos no total, sendo a Black IPA a primeira dessa série, cada uma com sua característica e sempre explorando o lúpulo como protagonista. Os outros rótulos da Molinarius Specialties serão lançados nos próximos meses.

A Molinarius Specialties Black IPA chega a partir da próxima semana nos pontos de venda em todo país.

SOBRE O LANÇAMENTO
A Molinarius Specialties Black IPA será lançada oficialmente em dois eventos na cidade de São Paulo.

Dark Mauro Day 2018
Data: 13/07 (sexta-feira)
Local: Empório Alto dos Pinheiros 

Festa de 3 anos da Cervejaria Dogma
Data: 14/07 (sábado) 
Local: Unibes Cultural

A distribuição para pontos de venda via Multibeer começa na semana seguinte para o estado de São Paulo. A distribuição nos demais estados do país começa em agosto.


MOLINARIUS SPECIALTIES BLACK IPA
Cerveja escura com sabores e aromas típicos de uma genuína American IPA. Foco em lúpulos americanos que apresentam aspectos resinosos combinados com um leve toque cítrico. Base de maltes que suportam a predominância dos lúpulos da cerveja. Adição de flocos de aveia para contribuir com a percepção de maior maciez na boca e de centeio para proporcionar uma leve picância que combina muito bem com os lúpulos utilizados. Corpo médio e final levemente seco.

Nome da Cerveja: Black IPA (Série Specialties)
Estilo: Black IPA
ABV: 7% 
IBU: 60
Formato: Lata (473ml) e Chope

SOBRE MOLINARIUS
Tudo começou em 2011, quando a marca engatinhava nas panelas com as produções caseiras do cervejeiro Sérgio Müller. O moinho, ícone da cervejaria, é uma menção ao sobrenome Müller que significa, em alemão, o dono do moinho ou aquele que moe o grão, e tem como equivalente em latim, Molinarius - nome que batiza o aromático projeto.

As IPAs vem ganhando cada vez mais espaço entre os fãs do fermentado e a Cervejaria Molinarius se apresenta ao mercado com foco na produção de India Pale Ale em suas mais variadas versões. Seguindo as linhas American IPA Hoppiness e a Double IPA Hopped Brain, que são lançadas em séries de cervejas diferentes e exclusivas. A cervejaria não se prende a definição de sub estilos e procura sempre o melhor dos insumos, pensando sempre na qualidade no estilo IPA.

MOLINARIUS
Site Oficial: molinarius.com.br

Fonte: Beer Press

terça-feira, 10 de julho de 2018

Grupo folclórico Sonnenschein produz a própria cerveja em parceria com a Cervejaria Edelbrau


A cerveja foi produzida especial e exclusivamente para a terceira edição do Welt Bier Fest (Festa das Cervejas do Mundo), que é realizada pelo grupo folclórico Sonnenschein. O Welt Bier Fest ocorre dia 14 de julho, a partir das 19h, na Sociedade da Linha Brasil, em Nova Petrópolis.

Apaixonados por cultura e pelo universo cervejeiro, o grupo quis colocar a mão na massa e produzir um dos 8 estilos de cerveja que estarão nas torneiras do evento.

A criação conjunta resultou em uma cerveja leve e saborosa do estilo Export, que foi batizada de Sonnen Bier - Mestre Cervejeira. O motivo do nome pode ser conferido os vídeos do processo de produção no Instagram @weltbierfest. Esta história será contada também no palco do 46º Festival Internacional de Folclore.

O Welt Bier Fest enaltece a diversidade cultural que ocorre em Nova Petrópolis durante o Festival Internacional de Folclore e tem como propósito trazer ao público a cultura cervejeira no mundo e relacionar isto a esta diversidade cultural, trazendo apresentações folclóricas germânicas, brasileiras e de diversas outras culturas. 

Algumas atrações da noite:

- Acústico Menegallas, a partir das 19h, no Espaço Pub

- Jantar Típico Alemão, a partir das 19h, no Mezanino

- Visitação gratuita ao Corredor da Cerveja, a partir das 19h, no Mezanino

- Apresentações folclóricas e culturais, a partir das 21h, na Pista Principal

- Banda Happy Brass, a partir das 22h30min, no Palco Principal

- Grupo Blaska, a partir das 23h, na Taberna Sonnen Platz

- Competição de Chopp em Metro até a 1h (os ganhadores se classificam para as eliminatórias do Torneio de Chopp em Metro que ocorre em outubro na cidade)

- Petiscos típicos da culinária germânica e doces

- Souvenirs do evento

- Chopp Edelbrau: APA, IPA, Weiss, Pilsen, Blond e Dunkel

- Chopp exclusivo do evento: Mestre Cervejeira – Sonnen Bier Export

- Chopp importado: Höffbrau München Original

- Jägermeister

- Decoração temática e muita animação!!!

Novidades, informações e compra de ingressos no Instagram @weltbierfest, no Facebook G. D. F. Sonnenschein ou direto no link do evento no Facebook:


Fonte: Bruno Lois

Dia da Pizza: Méliuz devolve dinheiro em pizzarias cariocas

Além da data comemorativa , os consumidores podem aproveitar o cashback no dia a dia

Apesar de não ser um prato típico brasileiro, a pizza ganhou, em 1985, um dia só dela no País: 10 de julho. Para comemorar a data, o Méliuz, empresa que entrega aos clientes parte do valor gasto em compras, devolve até 25% em restaurantes físicos parceiros na cidade do Rio de Janeiro.

Na terça-feira (10), os cariocas que forem ao iPiatti (10%), Sorella Pizzaria (15%), do Grajaú, Sorella Pizzaria (15%), da Tijuca, e Tipicamente Restaurante e Pizzaria (25%) receberão parte do dinheiro do valor total da conta de volta.

Após a data, os cariocas também podem aproveitar o cashback nestes estabelecimentos em seu dia a dia, no horário do almoço, jantar e também nos finais de semanas. Para conferir as lojas participantes e também a porcentagem do dinheiro de volta, basta consultar o aplicativo.

Para receber o cashback nas lojas físicas parceiras, o usuário deve baixar o aplicativo do Méliuz no celular, cadastrar e validar os cartões de débito, crédito, vale alimentação ou refeição. Ao consumir no restaurante restaurante, o cliente deve pagar a conta em uma máquina da Cielo com um dos cartões registrados anteriormente. O dinheiro de volta será confirmado automaticamente após a confirmação do pagamento.

Sobre o Méliuz
Lançado em 2011, o Méliuz é uma empresa que devolve ao consumidor, gratuitamente, parte do valor gasto em compras, direto na conta bancária (cashback). A proposta é simples: as empresas pagam para anunciar no site e no app do Méliuz e a empresa devolve ao cliente, em dinheiro, parte desse valor. Todo mundo se beneficia. A empresa possui hoje cerca de 150 funcionários e já devolveu mais de R$ 65 milhões aos usuários.

Fonte: Fala Criativa

10 de julho é dia da Pizza. Especialista dá dicas de como harmonizar o prato com cerveja


Pizza e cerveja. Que tal aproveitar os dois alimentos mais descontraídos do mundo em uma harmonização perfeita? Dia 10 de julho é comemorado o dia da Pizza e nada melhor do que comemorar a data acompanhado do prato e de cerveja artesanal, afinal de contas, uma das iguarias mais famosas do mundo, merece uma boa bebida. Para ajudar na harmonização, o sócio da Debron Bier, Eduardo Farias, dá algumas dicas.

Mussarela e Marguerita - Molho de tomate, queijo, manjericão. As clássicas mussarela e marguerita pedem uma cerveja leve, como as Pilsen.

Quatro Queijos - Para quem prefere a quatro queijos, uma cerveja mais forte confere uma harmonização perfeita. “ Por ser gordurosa, a pizza pede uma cerveja que corte da gordura, como uma Pale Ale, por exemplo”.

Calabresa - A tradicional calabresa tem excelente harmonização com a IPA. Que por ser uma cerveja forte, corta a gordura do embutido.

Frango com Catupiry - Já a Frango com Catupiry, que é leve pelo frango, mas gordurosa devido ao catupiry, pede uma Weiss, que harmoniza bem com a leveza do frango e gordura do queijo.

Pepperoni - A Vienna é uma opção para harmonizar com a pizza de pepperoni.– “Embutido bastante condimentado, o pepperoni pode casar muito bem com uma cerveja mais intensa, como uma Vienna Lager”.

Chocolate e Doce de Leite - As pizzas doces também tem espaço. As de chocolate e doce de leite, por exemplo, combinam bem com as Stouts.

Fonte: 4Com

Dia da Pizza | Cuponeria disponibiliza descontos de até 60%

São mais de 20 ofertas no Rio de Janeiro e em São Paulo que contemplam grandes estabelecimentos como Domino's, Pizza Hut, Oven e Parmê

São Paulo, julho de 2018 – No próximo dia 10 comemora-se o dia da favorita na mesa dos brasileiros: a pizza! Para saborear ainda mais essa data, com facilidade e praticidade, os amantes de pizza podem contar com a Cuponeria, plataforma com versão web e mobile para Android e iOS que reúne cupons de descontos de diversos estabelecimentos comerciais do Brasil, irá disponibilizar cupons de até 60% para a data.

Ao todo são mais de 20 ofertas nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, que contemplam grandes estabelecimentos como Domino's, Pizza Hut, Parmê, Oven, entre outros. A Domino's, por exemplo, irá oferecer 48% nos pedidos realizados no balcão do estabelecimento. Já no Parmê, no Rio de Janeiro, os descontos chegam até 26% em três fatias de pizza e 34% na pizza de calabresa.

"Sabemos que tanto os paulistanos como os cariocas são apaixonados por pizza, e por meio dos cupons, os consumidores têm a oportunidade de se reunir com os amigos para comemorar essa data em grandes estabelecimentos comerciais. Além da praticidade, nossa plataforma proporciona uma experiência única de consumo aos usuários", explica Nara Iachan, CMO e sócia-fundadora da Cuponeria.

Para saber mais sobre os descontos, basta acessar este link ou o aplicativo da Cuponeria disponível em Android ou iOS.

Sobre a Cuponeria

Fundada em 2012 pelos sócios Nara Iachan, Thiago Brandão e Lionardo Nogueira, a Cuponeria é uma plataforma com versão web e mobile para Android e iOS que reúne diversos cupons de descontos de diversos estabelecimentos comerciais do Brasil. Atualmente a Cuponeria reúne cupons de produtos de vários segmentos, a plataforma permite acessar páginas de companhias de e-commerce e distribui aproximadamente 5 milhões de cupons por mês.

Fonte: Piar Comunicação

Restaurante Abbraccio oferece pizza em dobro em comemoração ao Dia da Pizza

Promoção acontece entre os dias 9 e 13 de julho durante o happy hour

No dia 10 de julho é celebrado o Dia da Pizza, e o Abbraccio Cucina Italiana terá uma celebração especial para a ocasião. Entre os dias 9 e 13 de julho, o restaurante realizará a promoção "Pizza em Dobro" e oferecerá a todos os clientes que pedirem uma pizza, outra por conta da casa. A ação é válida durante o período do happy hour: de segunda a sexta-feira, das 17h30 às 20h, em todas as unidades da marca no Brasil. Todas elas são artesanais, preparadas com farinha italiana e ingredientes frescos para assegurar o sabor incrível das pizzas feitas no Abbraccio.

Entre as deliciosas opções do menu Abbraccio está a italianíssima e sucesso entre os clientes, Pizza Carbonara (R$ 41). A opção traz uma clássica combinação de queijos mozzarella, grana padano e parmesão, ovos e pancetta. Deliciosa.

Sobre o Abbraccio Cucina Italiana

A rede de restaurantes de inspiração italiana Abbraccio veio transformar o comum em extraordinário. Com uma cozinha aberta que permite aos clientes acompanharem a preparação dos pratos, o conceito une a intensidade do aroma e dos sabores característicos da culinária italiana com uma experiência sensorial única. Destaque para a hospitalidade, atendimento caloroso e um mix de produtos que são releituras de clássicos com um toque contemporâneo. A rede pertence ao grupo Bloomin' Brands.

Fonte: Weber Shandwick

ChefsClub comemora o Dia da Pizza no Rio de Janeiro

Aplicativo para comer fora de casa lista as melhores opções de pizzarias com benefícios para os cariocas

O Brasil pode não ser o país criador da pizza, mas com certeza é um dos países que mais consomem o produto no dia a dia. E é por esse gosto, quase unânime, que no dia 10 de julho é comemorado o Dia da Pizza. A paixão nacional é uma das comidas preferidas dos brasileiros e se reinventa com novos sabores a cada dia, mas sem perder os tradicionais.

Para comemorar o Dia da Pizza, O ChefsClub, aplicativo para comer fora de casa, fez uma lista com as pizzarias mais indicadas para apreciar a comida com o verdadeiro sabor italiano! Buon Appetito!

- Pizzaria Camelo Rio: Inaugurada em 1957, a Camelo ficou famosa por sua pizza de massa fina e variados sabores, sinônimo de tradição e qualidade. Responsável pelas pizzas que encantam os clientes paulistanos e agora os cariocas, Antônio Macedo está à frente dos fornos à lenha desde 1963. A trajetória marcante do pizzaiolo é repleta de célebres receitas exclusivas, que refletem toda a originalidade da Camelo.

- Blankara: O Blankara foi a New York no famoso Bairro Little Italy buscar a tradicional fórmula da Pizza Rústica, com os ingredientes da mais alta qualidade com a Farinha Importada Italiana "Le 5 Stagioni, os mais renomados Pizzaiolos, a Mussarela do mais alto padrão e as iguarias mais selecionadas para as Pizzas Gourmet.

- Vezpa (rede): A Vezpa é 50% Napoli, 50% Nova York e 100% carioca! Deliciosamente urbana e crocante, ela é referência em qualidade, bom atendimento e sabor! A Vezpa serve, com amor e orgulho, pizzas incrivelmente crocantes e saborosas, em um ambiente cool e com o foco no cliente, sempre!

- Formato Vino & Forneria: A Formato é um pizzaria com sabores e sensações que convidam os sentidos a uma experiência única! Um ambiente agradável e atendimento exclusivo que atrai um público descontraído e variado. O cardápio conta também com massas e antipastos para serem harmonizados com os rótulos de vinhos e cervejas especiais.

- Aloha Pizzaria & Hamburgueria: Com diversos sabores deliciosos, a Aloha Pizzaria e Hamburgueria vai fazer você surfar uma onda de dar muita água na boca. As pizzas são fininhas, com uma massa bem crocante!

Sobre o ChefsClub

Fundado em 2012, o ChefsClub é um aplicativo para comer fora de casa. Com 200 mil pessoas atendidas por mês e mais de 3.000 estabelecimentos parceiros, o grande objetivo da empresa é beneficiar o mercado gastronômico atuando nas duas pontas. O consumidor tem acesso ao guia completo de restaurantes e pode conhecer e usufruir dos melhores estabelecimentos com diversos benefícios. Já o restaurante ganha um importante canal de divulgação e fidelização para aumentar o fluxo de clientes que buscam opções de qualidade para comer fora de casa. Os consumidores ainda podem testar o serviço por 30 dias sem qualquer custo.

Fonte: NR-7 Comunicação

Saiba como comemorar o Dia da Pizza inovando em harmonizações e sabores

Evino, considerada um dos maiores e-commerces de vinho do país, propõe um desafio especial. Que tal fugir do básico e comemorar a data de um jeito diferente?

No dia 10 de julho é comemorado o Dia da Pizza. Muito famosa no Brasil e considerada a queridinha dos brasileiros, a origem da pizza envolve várias lendas. Uma delas remonta ao Egito, quando um faraó, ao celebrar seu aniversário, convidou os escravos e ofereceu-lhes uma massa prensada feita de farinha, água e sal. Mas foi em Nápoles, na Itália, que a iguaria ganhou sua fama no ano 1898. Um pizzaiolo serviu, em forma de homenagem, à rainha Margherita e ao rei Umberto I a versão redonda de queijo, manjericão e tomate – ingredientes de cores iguais às da bandeira italiana – tendo seu nome imortalizado desde então.

De acordo com Lana Ruff, sommelière da Evino, o vinho é o acompanhamento ideal para esse prato – ainda mais em dias frios – como durante o Inverno. "Acredito que a pizza e o vinho foram feitos um para o outro. Afinal é possível combinar esse prato com diversos tipos de vinhos. Porém, costumo dizer que não existe regra de harmonização. Tudo é questão de paladar", pontua a especialista.

Pensando nisso, a Evino, considerada um dos maiores e-commerces de vinho do país, propõe um desafio especial. Que tal fugir do básico e comemorar a data inovando em sabores e misturas?

Pizza de queijo brie com presunto de parma: Maison Castel Classics Rose D'Anjou AOC 2016.Rosé d'Anjou é um clássico do Vale do Loire, de onde saem vinhos frescos e bem frutados. Os rosés dessa região são delicados e saborosos e pedem uma harmonização refinada com o mesmo equilíbrio de sutileza na textura (como a do queijo brie) e de presença de sabor (como a do prosciutto).

Pizza de quatro queijos: Langevin Chardonnay 2016. Essa é uma pizza cheia de sabores e de texturas e por isso mesmo um tanto difícil de harmonizar. A sugestão é um Chardonnay "low-profile", ou seja, sem grandes pretensões aromáticas. O Langevin é uma expressão discreta e elegante dessa uva, mas com corpo e estrutura suficientes pra aguentar uma pizza como a de quatro queijos.

Pizza de cogumelos: Domaine de La Motte Pinot Noir 2016. De textura macia, saborosa, aromática e terrosa. Essa descrição poderia ser dedicada ao recheio de cogumelos de uma pizza ou à uva Pinot Noir quando vinificada pelos franceses. A propósito, uma dica bem básica e certeira pra conseguir uma harmonização bem sucedida é tentar descrever o vinho e o prato com os mesmos adjetivos.

Pizza de linguiça de javali (ou calabresa): 8 Vites Miliasso Piemonte DOC Rosso 2014. Elaborado a partir de oito uvas viníferas diferentes, o rótulo 8 Vites é um clássico italiano. O que isso quer dizer? Ele tem acidez presente (ótima pra compensar as gorduras da carne de porco), taninos macios, aromas e sabores de frutas frescas como cereja e, sobretudo, harmoniza com pizzas tradicionais italianas - como de linguiça de javali ou a queridinha calabresa.

Sobre a Evino:

Um dos maiores e-commerces e aplicativos de vinho do país e maior importadora de vinhos franceses e italianos, a Evino nasceu para oferecer oportunidades únicas, com a melhor seleção de vinhos, ao melhor preço, através da melhor experiência de compra, sempre quebrando barreiras e criando conexão entre pessoas por meio do vinho.


Fonte: Index - Estratégias de Comunicação

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Cerveja com chocolate: uma mistura que dá certo

Beer.com.br dá dicas para unir duas paixões nacionais no Dia do Chocolate

No dia 7 de julho é celebrado o Dia Mundial do Chocolate e para comemorar essa data a Beer.com.br, maior clube de assinaturas de cerveja artesanal do país, resolveu unir duas paixões nacionais: cerveja e chocolate.

Segundo Taiga Cazarine, sommelier da Beer.com.br, é preciso ver a potência de cada rótulo. Se a cerveja possuir bastante dulçor, então prefira chocolates mais amargos. Se a cerveja tiver bastante carbonatação ou alto potencial de amargor, irá ajudar a balancear a sensação gordurosa, nestes casos, pode apostar no chocolate ao leite. "Não se limitem às cervejas com sabor de chocolate. Combine frutas com o doce e a cerveja para deixar a experiência mais rica, como morango com chocolate ao leite e Stout ou pêra com chocolate branco e Brown Ale", conta.

Confira abaixo as sugestões para tomar uma boa cerveja e curtir o Dia do Chocolate:

Cervejas com sabor de chocolate:

Baden Chocolate – vai bem com chocolate amargo, já que a cerveja já possui bastante dulçor e bastante aroma de chocolate


A Baden Baden Chocolate possui notas intensas de chocolate, cacau e baunilha. No paladar é possível sentir as mesmas notas e seu dulçor.

Young's Chocolate – vai bem com chocolates de frutas, como uvas passas, para balancear com o chocolate já presente na cerveja. Pode ser também chocolate branco com frutas.


Cervejas que são verdadeiras trufas:

Freigeist Strawberry Eisbock Forever Vintage – por semelhança e por conter morango, vai bem com trufas. Ainda melhor com chocolate branco, a cerveja serve como o próprio caldo aqui.


Quatro Graus Tastes Like Birthday Milk Stout – esta pode ser consumida com um senhor bolo de chocolate, para fanáticos pelo doce. Mas, como a cerveja já parece o próprio bolo de chocolate, então a opção de bolo de castanha pode dar uma quebrada no dulçor e equilibrar e enriquecer a experiência.


Eu gosto de chocolate e cerveja e sou diferentão:

Treze Tiki IPA - Aposte em uma cerveja com amargor alto e notas frutadas e harmonize com um chocolate ao leite. A soma de cada uma das notas e sensações proporcionará uma experiência nova e única. Pete Slosberg, um dos grandes nomes no mercado de cervejas do mundo, é o maior influenciador deste tipo de harmonização.


Fonte: Index Assessoria

Boteco São Bento e Colorado inauguram espaço-conceito

Novo ambiente tem chopeira exclusiva da cervejaria e harmonização com pratos do bar

Com duas unidades em São Paulo e uma em Campinas, o Boteco São Bento acaba de se unir à Cervejaria Colorado para inaugurar um novo ambiente em sua unidade do Itaim Bibi. No antigo jardim do bar foi criado um espaço que ganhou uma chopeira exclusiva de quatro torneiras com rótulos da marca que serão servidos em dois tamanhos – 210ml (R$7,90) e 350ml (R$9,90). Os chopes disponíveis são Appia, de trigo com mel, Indica, Indian Pale Ale com rapadura, Cauim, Pilsen com mandioca e Deimoiselle, uma Porter com café. O tradicional cardápio do Boteco São Bento estará disponível no espaço, mas harmonizações especiais foram pensadas para acompanhar perfeitamente os chopes servidos.

Além disso, outros diferenciais são a entrada exclusiva pela Rua Leopoldo Couto Magalhães Jr. e sua nova ambientação, com painel de LED 3x2m para assistir jogos e outras transmissões. O espaço pode ser utilizado por todos os clientes e quem quiser também pode fazer reservas para eventos no email atendimento@gsbg.com.br .

Sobre a Colorado

Desde a fundação, em 1996, a Cervejaria Colorado mistura os mais legítimos sabores brasileiros. O malte e o lúpulo, tradicionais na produção cervejeira, são combinados com ingredientes especiais, como café, rapadura, mandioca, mel e castanha do Pará, formando sabores inusitados e legitimamente brasileiros.

Sobre o São Bento

Resgatando o conceito do bar clássico paulistano, o Boteco São Bento é ponto de encontro certo desde 2005, quando passou a ocupar uma das esquinas da badalada Vila Madalena e, posteriormente, do Itaim Bibi e em Campinas – interior paulista. Os endereços atraem não só pelo estilo boteco-chique e clima de paquera, que é marca registrada, como pelo chope bem tirado pelo sistema exclusivo criado pelos sócios. Do cardápio, petiscos típicos de boteco e grelhados são os mais pedidos.

Boteco São Bento – Itaim Bibi
Rua Leopoldo Couto Magalhães Jr., 474 
Tel.: (11)3074-4389
Horários: segunda a domingo das 12h até o último cliente

Fonte: Anexo Comunicação

Lançamento Cervejeiro: 431 Lab e Evermex são as novas cervejas da Everbrew

Lúpulo exclusivo para apenas um lote e pimenta habanero dão um toque nas novidades!

A cervejaria Everbrew, de Santos/SP, não para com suas novidades! Depois da produção de dois rótulos colaborativos nos Estados Unidos com as cervejarias Sand City e Evil Twin, ela já anuncia duas novidades no mercado nacional e novos lotes frescos de cervejas já consagradas.

Entre as novidades, a 431Lab uma Experimental IPA e a Evermex, uma Mexican Imperial Stout. Já nas reposições, lotes frescos estão chegando da Evermaine (New England IPA), Evermont (New England IPA), Old is Cool (Double IPA) e Oceania(American IPA).


EVERBREW 431LAB EXPERIMENTAL IPA
Resultado da vontade de experimentar sempre. Dessa vez a Everbrew apostou no lúpulo experimental 431, trazido diretamente dos Estados Unidos, exclusivamente para um único lote dessa cerveja, uma American IPA com aromas que remetem a frutas vermelhas cítricas e herbais. 

Nome da cerveja: 431Lab
Estilo: American IPA
ABV: 7,1%
Formato: Lata (473ml) e Chope


EVERBREW EVERMEX
Uma Mexican Imperial Stout (MIS) com um toque de pimenta habanero, canela, café e baunilha. 

Nome da cerveja: Evermex
Estilo: Imperial Stout
ABV: 11,3%
Formato: Lata (473ml) e Chope

SOBRE A EVERBREW
Cervejaria cigana de Santos/SP, a Everbrew apareceu no mercado nacional em meados de 2016 com seus dois primeiros rótulos: EverIPA (American IPA) e EverBlack (India Black Ale).

Criada pelos sócios, Renê dos Santos e Célio Ongaro, a cervejaria já conta com um portfólio de vários estilos e atualmente produz na cervejaria Dádiva, em Várzea Paulista/SP.

EVERBREW
Instagram: cervejariaeverbrew

Fonte: Beer Press

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Catharina Sour é o primeiro estilo brasileiro a constar no BJPC: veja alguns rótulos já à venda




Catharina Sour foi anunciada ontem (4) como integrante de um dos principais guias de juízes de cerveja do mundo. Marcas catarinenses já estão comercializando versões com maracujá, pêssego, cupuaçu e amora.

O dia 4 de julho é histórico para o mercado brasileiro de cervejas. O primeiro estilo criado aqui chegou a um dos principais guias de cerveja do mundo, o Beer Judge Certification Program (BJPC). A Catharina Sour agora consta como um do estilos provisórios e poderá ser oficialmente incluída em concursos de todo o globo. 

A seguir uma seleção de algumas cervejarias que já colocaram à venda rótulos com o estilo Catharina Sour. Veja:


Catharina Sour Maracujá, da Cerveja Blumenau
O estilo que nasceu em terras catarinenses está conquistando cada vez mais os paladares dos apaixonados por cerveja artesanal. Essa é uma das apostas da Cerveja Blumenau, que traz no mix a Catharina Sour Maracujá. O sabor tropical é premiado: foi medalha de prata no Concurso Brasileiro de Cervejas em 2017, na categoria experimental. O rótulo tem 2 IBUs (unidade de amargor que vai de 0 a 120) e 4% de teor alcoólico.


Catharina Sour Sun of Peach, da Cerveja Blumenau
A primeira Catharina Sour da Cerveja Blumenau aposta no perfume e sabor delicado do pêssego. É levemente ácida, refrescante e fácil de beber. O rótulo foi medalha de prata no Australian International Beer Awards, em 2016. O teor alcoólico é de 4,1% e 2 IBUs (escala de amargor que vai de 0 a 120).


Catharina Sour com cupuaçu, da Schornstein
O Sul e o Norte se encontram neste rótulo. Do estilo nascido em terras catarinenses e com uma das frutas mais consumidas na região amazônica, a Catharina Sour com cupuaçu, da Schornstein chega ao mercado com bastante personalidade. O sabor adocicado do ingrediente é harmonizado com a acidez característica do estilo. A cerveja nasceu através do projeto Usina Schornstein, em parceria com alunos da Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) e é comercializada em latas de 473 ml. Com alto drinkability, a bebida tem 4 IBUs (escala de amargor que vai do 0 a 120) e graduação alcoólica de 4%.


Catharina Sour com amora, da Alles Blau
A coloração avermelhada já conquista os olhares ao servir no copo. Mas o grande destaque deste rótulo é o sabor. A Catharina Sour com amora, da Alles Blau, traz a acidez característica do estilo combinada ao dulçor da fruta. É leve, refrescante e com alto drinkability. A cerveja tem 7 de IBUs (unidade de amargor que vai do 0 a 120) e 4,6% de graduação alcoólica.

Fonte: Melz Assessoria

Estilo criado no Brasil entra para um dos mais respeitados guias mundiais de juízes de cerveja

Catharina Sour foi anunciada ontem(4) como integrante provisória do Beer Judge Certification Program (BJPC). É a primeira vez que um estilo criado no Brasil conquista este espaço

O dia 4 de julho de 2018 representa um novo marco para o movimento das cervejas artesanais no Brasil. Com crescimento acima dos 20% no número de cervejarias e no consumo da bebida nos últimos cinco anos, o país teve o primeiro estilo nacional catalogado pela mais importante instituição de juízes de cervejas do mundo, o Beer Judge Certification Program (BJPC). A Catharina Sour, cerveja ácida com adição de frutas, agora pode ser julgada em todo o mundo em concursos oficiais que seguem essa normativa. 

Carlo Lapolli, presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva) e um dos criadores do estilo, comenta que a intenção da Catharina Sour já vinha se cumprindo. “Quando começamos a pensar em um estilo diferente, pensamos em algo que pudesse gerar discussão e debate sobre as cervejas produzidas no Brasil. Isso já tem acontecido com esse estilo nas rodas de conversa, nos concursos e nas divulgações sobre o nosso mercado. Agora, esse movimento só ganha mais força”, fala. 

A história da Catharina Sour começou em 2015, em Santa Catarina, entre os produtores caseiros. Em 2016, através da Associação Catarinense das Cervejas Artesanais (Acasc), eles organizaram um workshop que contou com a participação de mais de 20 cervejarias, que passaram a produzir a Catharina Sour profissionalmente. 

Nos eventos cervejeiros seguintes o estilo começou a se popularizar e hoje, além de marcas de todo o Brasil, já há cervejarias de outros países da América Latina colocando as suas Catharinas Sours em produção. 

Para Lapolli, o reconhecimento do BJCP não é apenas ao estilo em si, mas também ao mercado cervejeiro. “Com a adição de frutas a uma cerveja ácida e leve, conseguimos voltar ainda mais os olhos do mundo interessado em cerveja para o Brasil. Estamos muito felizes”, acrescenta. 

Sobre o estilo
A Catharina Sour é uma cerveja leve e refrescante, com baixo amargor, corpo leve e boa carbonatação. A graduação alcoólica vai de 4% a 5,5% e o índice de IBUs varia de 2 a 8. 

A aparência é clara e efervescente. A coloração varia de acordo com a fruta utilizada. Em relação a estilos similares, é mais intensa do que uma Berliner Weisse, mas com frutas frescas. É menos azeda do que as Lambics e as Gueuzes, sem a característica dos Brettanomyces. 

Todas as informações técnicas oficiais sobre o estilo estão no link www.dev.bjcp.org/beer-styles/x4-catharina-sour.

Sobre a Abracerva 
A Associação Brasileira da Cerveja Artesanal (Abracerva) foi fundada em outubro de 2013 para reunir e defender os interesses das cervejarias e da cadeia envolvida com o setor no país. Desde então, iniciou a articulação para a entrada das microcervejarias no Simples e prevê mais ações nos próximos meses.

Fonte: Melz Assessoria